Plataforma Ambiental

Plataforma Ambiental
30/05/2012


O histórico de realização de plataformas ambientais para políticas públicas pela SOS Mata Atlântica é antigo, com a primeira Plataforma Mínima para os Presidenciáveis produzida em 1989. A intenção é propor diretrizes para as três esferas de poder para a implementação de uma agenda ambiental no domínio da Mata Atlântica.

As plataformas são documentos construídos com apoio do Voluntariado da Fundação, geralmente associadas a uma campanha que convoca o eleitor a participar ativamente do processo, incentivando os candidatos a se comprometerem com a temática socioambiental.

Em 2010, por exemplo, a Fundação lançou a Plataforma Ambiental para candidatos a cargos executivos e legislativos, oferecendo um cardápio das principais questões ambientais da atualidade.

Em 2008, a Plataforma Socioambiental trouxe 16 temas – como trânsito, áreas verdes, lixo e qualidade do ar – para o cenário da cidade de São Paulo.

Já em 2006, o Voluntariado construiu uma Agenda Voluntária, na forma de um teste que permitia verificar o nível de compromisso dos representantes políticos com a agenda socioambiental.


Compartilhe