Notícias

Newsletter

Acompanhe as novidades e fique sempre informado sobre nossos eventos

Nota de falecimento
27/11/2017


A SOS Mata Atlântica lamenta profundamente o falecimento do fotógrafo naturalista Haroldo Palo Júnior neste sábado, aos 64 anos.

Natural de Lins (SP), Palo Júnior vivia em São Carlos há mais de 40 anos. Ele, que também era documentarista e formado em engenharia eletrônica e computação pela USP, iniciou na fotografia participando de fotoclubes no interior de São Paulo. A partir de 1979 passou a se dedicar exclusivamente à fotografia de natureza e tem seu trabalho amplamente utilizado por instituições de preservação ambiental como a SOS Mata Atlântica.

“Sentimos muito sua perda. Haroldo conseguia transitar entre as pessoas da Academia, pela área científica, e também entre os militantes e engajados. A forma de se apresentar eram suas imagens. Não era de falar muito. O excepcional trabalho dele era sua credencial”, afirma Mario Mantovani, diretor de Políticas Públicas Fundação.

Suas imagens foram a base de toda a comunicação visual do projeto Lagamar, composto por vídeo, folhetos, mostruário. Também foi jurado das duas primeiras edições do concurso de fotografia promovido pela Fundação e suas fotos também estão em muitas das agendas da SOS Mata Atlântica. Suas fotografias ainda puderam ser apreciadas em diversas edições do jornal institucional impresso. Muito generoso, também cedeu gratuitamente seus trabalhos para uma exposição fotográfica da ONG.

“Era uma pessoa iluminada e usou sua paixão pela natureza para apoiar grandes causas ambientais. Foi um grande aliado e, com sua sensibilidade, inspirou muitas pessoas e também muitos colegas de profissão”, afirma Marcia Hirota, diretora executiva da SOS Mata Atlântica.


Compartilhe

Comentários

Posts relacionados