Notícias

Newsletter

Acompanhe as novidades e fique sempre informado sobre nossos eventos

1.900 pessoas participam de atividades no Parque Jardim da Conquista
12/06/2018


No domingo passado (10/06), cerca de 1.900 pessoas estiveram no Parque Jardim da Conquista, zona leste de São Paulo, e participaram de diversas atividades de educação ambiental. No total, foram plantadas mais de 500 árvores nativas – como jequitibá-branco, pata-de-vaca, ipê-roxo e angico-branco. E teve ainda contação de história, maquete sobre o ciclo hidrológico e oficina de sentidos com sementes e plantas diversas.

jd_conquista6 jd_conquista2

A ação faz parte de uma parceria entre a Secretaria do Verde e Meio Ambiente de São Paulo (SVMA), a Coca-Cola Femsa e a SOS Mata Atlântica, no projeto Geração + Verde.

“O projeto irá plantar 600 mil mudas de árvores nativas na capital e em região de mananciais. E essa é a primeira ação de mobilização em área verde, faremos mais duas neste ano”, afirmou Renata Polatti, chefe de relações governamentais da Coca-Cola Femsa.

Para o secretário Eduardo Castro, todos têm responsabilidade com o meio ambiente, em diferentes graus. “Por isso, é muito importante estarmos aqui hoje plantando juntos”, disse. O gestor do parque, José Ulisses Bezerra de França, disse que não apenas o parque, mas toda a região será beneficiada com o plantio de árvores, já que a área carece muito de verde. “O parque é de todos nós, esta é a nossa casa”, reforçou.

Para Mario Mantovani, diretor de Políticas Públicas da SOS Mata Atlântica, “o período seco já preocupa e novamente estamos vendo os reservatórios baixarem”. “E árvore é uma fábrica de fazer água, por isso é tão importante promover a restauração florestal”, ressaltou. Ele citou também a diferença de temperaturas em áreas arborizadas comparando com locais áridos. “Em São Paulo, a variação chega a 8ºC dos Jardins para bairros periféricos e sem verde”, explicou.

Muitos dos voluntários presentes pertenciam aos Clubes de Desbravadores da região. Esses grupos de meninos e meninas, com idades entre 10 e 15 anos, reúnem-se em geral uma vez por semana para aprender a desenvolver talentos, habilidades, percepções e o gosto pela natureza.

“Atividades como essa realizada no Parque Jardim da Conquista buscam reforçar a importância dos parques urbanos, seja pela melhoria da qualidade ambiental, pelo lazer ou mesmo como área de convivência dos moradores do entorno, fortalecendo o sentimento de pertencimento das pessoas com esses parques”, disse Kelly de Marchi, educadora ambiental da SOS Mata Atlântica.

jd_conquista4 jd_conquista8maquete

Para ela, foi muito bacana presenciar os moradores plantando árvores, muitos deles pela primeira vez, e participando de atividades sensoriais, entendendo melhor a relação água e floresta com nossa maquete e participando da contação de histórias.

“Eles perceberam que aquele parque tem múltiplos usos e, por isso, é tão importante preservá-lo. E isso ganha mais importância em regiões que possuem um déficit de áreas verdes e estão distantes do centros urbanos, como é o caso do Jardim da Conquista.”

 


Tags

Compartilhe

Comentários