Notícias

Newsletter

Acompanhe as novidades e fique sempre informado sobre nossos eventos

Campanha “Não vote em quem votou contra as florestas” dá a largada para o segundo turno das eleições
16/10/2012


Iniciativa quer cobrar a conta dos 36 candidatos a prefeito que, quando parlamentares,
votaram para desfigurar o Código Florestal no Congresso

A campanha Floresta Faz a Diferença dá a largada para o segundo turno das eleições com a divulgação da lista dos 18 candidatos que ainda estão na disputa eleitoral até o dia 26 de outubro e do seu histórico na votação do novo Código Florestal. No site www.florestafazadiferenca.org.br, o internauta pode conferir o status dos concorrentes conforme seu posicionamento durante a tramitação da lei ambiental na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. Aqueles que votaram duas vezes a favor do desmonte da nova lei, que estimula o desmatamento e anistia quem cometeu crimes ambientais, recebem cartão vermelho. Quem votou uma vez recebe cartão amarelo.

O objetivo da ação nas eleições é pendurar na conta dos pretendentes aos cargos eletivos o custo de seu voto, bem como ser um guia para os eleitores na escolha de representantes comprometidos com a preservação do meio ambiente.

Dos 57 candidatos que receberam cartão vermelho da campanha no primeiro turno, apenas 11 conseguiram passar para o segundo; entre os que receberam o cartão amarelo, sete disputam a prefeitura no próximo dia 26. Por causa desses postulantes que tiveram desempenho negativo na votação do Código Florestal e ainda se mantêm na disputa eleitoral, o Floresta Faz a Diferença convoca novamente os cidadãos a acompanhar pelo site o histórico de atuação dos candidatos que votaram contra as florestas.

Os eleitores podem clicar no mapa do Brasil e conferir as informações completas por Estado ou até município. O movimento convida também a sociedade a agir e a participar das mobilizações presenciais e virtuais –no www.facebook.com/florestafazadiferenca e no Twitter @florestaz. Saiba como agir, registrar e compartilhar a campanha por este link.

 

“Não vote em quem votou contra as florestas” no primeiro turno

Durante quase dois meses, a campanha “Não vote em quem votou contra as florestas” saiu nas ruas de vários municípios para alertar a sociedade e a opinião pública para os candidatos que preferiram o retrocesso da legislação ambiental à proteção das florestas brasileiras. Várias pessoas vestidas com as camisas da campanha e munidas com cartazes e cartões tiraram fotos com os candidatos que votaram contra as florestas. Confira as fotos no nosso Flickr.

“É importante, nesta reta final, que a população saiba quem são os candidatos que votaram contra as florestas e continuam na disputa”, afirma Bazileu Margarido, do Instituto Democracia e Sustentabilidade.

 

Floresta Faz a Diferença

À frente da campanha contra a alteração do Código Florestal, a campanha Floresta Faz a Diferença apoiou o Comitê em Defesa das Florestas na mobilização #VetaTudoDilma, que pediu o veto total da presidente Dilma Rousseff ao projeto do novo Código Florestal. Mais de 200 organizações da sociedade civil de todo o Brasil lideraram esse ato junto a personalidades nacionais. Em seguida, a ação foi levada para a Rio+20 com o mote #OJogonãoAcabou, explicitando que, após o veto pífio da presidente Dilma Rousseff, a bola voltou ao Congresso. E, agora, nas eleições 2012, o Floresta Faz a Diferença volta repaginado e com fôlego renovado para cobrar o voto consciente dos eleitores.


Tags

Compartilhe

Comentários