Blog

Monitoramento das águas no Circuíto Rios e Ruas de Corrida
30/11/2017


O Jardim Botânico de São Paulo abriga em seu interior dois dos principais formadores do histórico rio Ipiranga. No dia 26/11, durante a realização da 2a Etapa do Circuíto Rios e Ruas de Corrida e Caminhada, estivemos por lá juntamente com os participantes da corrida. Aproveitamos o evento para monitorar a qualidade da água do riacho Fontes do Ipiranga.

3A metodologia usada na iniciativa Observando os Rios, da SOS Mata Atlântica, busca aproximar as pessoas dos corpos d’água da cidade e interpretar questões ligadas à sua qualidade.

Pelo fato do Jardim Botânico ser uma área protegida e preservada, o resultado da análise totalizou 36 pontos, o que classificou o riacho com qualidade boa. Ausência de lixo, de cheiro, de material sedimentável, grande transparência, além da presença de oxigênio dissolvido e peixes, ajudaram a compor os itens que são avaliados. Segundo o educador do Observando os Rios, Cesar Pegoraro, “a qualidade boa deste rio chama a atenção. Ele deveria ser uma regra nas cidades, não visto como uma exceção, como algo raro. Temos que envolver os cidadãos nesta ressignificação dos rios”.

A próxima etapa do Circuíto Rios e Ruas acontece em 10/12 e a SOS Mata Atlântica estará lá novamente monitorando a água e levando reflexões sobre uma relação mais harmoniosa entre a Cidade e seus Rios. Para saber mais e participar, clique aqui.


Tags

Compartilhe

Comentários