SOS Mata Atlântica

01 de Fevereiro de 2019

nº. 653

Equipe da SOS Mata Atlântica continua expedição pelo rio Paraopeba

Esta sexta-feira (1/02) marca a primeira semana de uma das maiores tragédias socioambientais do Brasil. A equipe da Fundação SOS Mata Atlântica está acompanhando de perto a situação na cidade mineira, com ações de mobilização, comunicação, política e encontros com autoridades de diferentes esferas de gestão ? além de relacionamento com a sociedade civil, especialmente ONGs locais e comunidades impactadas pela tragédia.


Ontem (31/01), iniciamos uma das mais importantes ações para entender os reais impactos ambientais deste acontecimento, veja como foi. Até a próxima quarta, nossa equipe de Água realizará a Expedição Paraopeba, analisando a qualidade da água do mais importante rio de Brumadinho e um dos principais rios da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Buscaremos entender também a extensão do mar de lama e seu alcance em outras regiões.


Aproveitamos para convidar todos para um ato que o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) realizará nesta sexta-feira, 1º de fevereiro, às 18h, na Praça da Sé, em São Paulo, em solidariedade aos atingidos de Brumadinho. A mobilização social é fundamental para que o caso não caia no esquecimento e para que os responsáveis sejam devidamente punidos.


Queremos contribuir com informações confiáveis para que as autoridades tomem as melhores decisões daqui em diante, e que nenhuma outra comunidade passe por isso no futuro.


Nossa solidariedade a todos os afetados pelo rompimento da barragem, que terão sua vida impactada para sempre por este desastre.


Cabe a nós não poupar esforços para mostrar à sociedade que cuidar do meio ambiente é proteger a vida e que o desenvolvimento econômico e meio ambiente devem caminhar juntos. Que os governos, assim como os parlamentares que assumem seus postos a partir desta sexta-feira, entendam definitivamente isso.


Boa leitura!

Qualidade da água do rio Paraopeba em Brumadinho é considerada ruim

Ontem (31/01), a Fundação SOS Mata Atlântica deu início à Expedição Paraopeba, que irá percorrer 356 km deste rio, de Brumadinho à Hidroelétrica Retiro Baixo e o reservatório de Três Marias, em Felixlândia. No primeiro dia da viagem o resultado foi negativo e a chuva também atrapalhou bastante o acesso aos locais de análise. Os […]

Leia mais

Ato em São Paulo presta solidariedade aos atingidos de Brumadinho

Nesta sexta-feira, 1º de fevereiro, quando se completa uma semana de uma das maiores tragédias socioambientais do Brasil, o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), realiza um ato de solidariedade às vítimas do desastre ocorrido na barragem do Feijão, da empresa Vale, em Brumadinho (MG). O ato acontece a partir das 18h, na Praça da Sé, […]

Leia mais

Fundação SOS Mata Atlântica realiza expedição no rio Paraopeba

De Brumadinho a Felixlândia, no encontro com o rio São Francisco, serão 356 km de rio percorridos A Fundação SOS Mata Atlântica iniciou na manhã desta quinta (31), uma expedição pelo rio Paraopeba para entender os impactos ambientais do mar de lama da tragédia que impactou uma área total de 252 hectares, em Brumadinho, além […]

Leia mais

Tragédia de Brumadinho evidencia o meio ambiente como solução para o desenvolvimento

Durante entrevista coletiva realizada nesta semana, em Minas Gerais, representantes do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), da Associação Brasileira dos Membros do Ministério Público de Meio Ambiente (ABRAMPA), da Frente Parlamentar Ambientalista (FPA), da Fundação SOS Mata Atlântica e do Projeto Manuelzão destacaram a importância da transparência e acesso à informação durante as investigações […]

Leia mais

Fundação SOS Mata Atlântica
(11) 3262-4088

Avenida Paulista, 2073, Cj. 1318
Cd. Conjunto Nacional, Torre Horsa 1 - 13º andar
Bela Vista, São Paulo - SP
CEP: 01311-300

Você está recebendo esta Newsletter, porque se cadastrou no site www.sosma.org.br
ou foi indicado por algum amigo.