ACESSE SUA CONTA

Esqueci minha senha

NÃO POSSUI CADASTRO

Fazendo seu cadastro, você:

marco tanaka
  j \d\e F \d\e Y  

2014: resultados, desafios e a lição da crise da água

16 de dezembro de 2014

2014 foi ano de Copa, de eleições e foi bastante desafiador para o meio ambiente brasileiro. O descaso com os recursos naturais do país se fez refletir, por exemplo, na crise de abastecimento de água, que ainda afeta boa parte do território com consequências críticas para a maior cidade da América Latina. Cenário que lembra que cuidar do meio ambiente não é um “favor” à natureza: é uma questão de sobrevivência para todos.

Com 28 anos de atuação, a Fundação SOS Mata Atlântica reforça esse pressuposto, expresso em nosso manifesto. “Acreditamos que a humanidade só garantirá a qualidade de vida quando souber conviver em harmonia com o ambiente em que vive.”  2014 foi mais um ano de muito trabalho da Fundação na busca dessa harmonia, visando à sustentabilidade, a qualidade de vida e a proteção de nossos mares e de nossas matas.

Neste ano de atenção voltada para a água, a Fundação divulgou levantamentos da qualidade deste recurso em rios e córregos brasileiros; publicou análises e artigos sobre a relação entre o desmatamento e a crise de abastecimento; realizou seminário e bmonitoramento agua piraiate-papo online sobre o Rio Tietê como alternativa de água para São Paulo; foi parceira na pesquisa sobre a percepção da população de São Paulo sobre o assunto; atuou na Aliança pela Água; lançou um edital para plantar 1 milhão de mudas no Cantareira, por meio do programa Clickarvore, visando proteger 4 milhões de litros de água por ano; dentre muitas outras iniciativas que ainda estão em curso e permanecerão em 2015.

O Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica 2014 mostrou que a floresta mais ameaçada do país continua necessitando de muita proteção: os dados mais recentes mostraram novo aumento na taxa de desmatamento, que foi a maior registrada desde 2008. Nesta realidade, a SOS Mata Atlântica manteve os esforços dos programas de incentivo e apoio à reservas particulares (RPPNs) e unidades de conservação (UCs) públicas, bem como das iniciativas de restauração florestal, com resultados como a produção de 648 mil mudas de 110 espécies florestais nativas da Mata Atlântica no Centro de Experimentos Florestais SOS Mata Atlântica – Brasil Kirin.

O trabalho permaneceu pautado pelo acompanhamento próximo das políticas públicas e leis ambientais, e não deixou de fora aqueles que pleitearam cargos públicos durante as eleições. A Fundação SOS Mata Atlântica lançou a carta “Desenvolvimento para sempre”, com 14 metas essenciais aos candidatos. Campanhas, como a #SOSParquesdoBrasil, buscaram atenção da sociedade e governo para a situação precária das Unidades de Conservação. Permaneceram fortes o estímulo aos Planos Municipais de Mata Atlântica e o acompanhamento da implementação do Código Florestal. E o fim do ano foi marcado pela mobilização contra a “Lei do Desmatamento” em São Paulo, o PL 219/14.

A atenção também se manteve às políticas marinhas, em especial com os esforços pelo projeto da Lei do Mar. Em meio às comemorações da semana do Meio Ambiente, em junho, a Fundação lançou a cartilha “Uma Lei para o Mar: Uso e Conservação para Benefício de Todos”, que mostra a importância da Política Nacional para a Conservação e o Uso Sustentável do Bioma Marinho Brasileiro (PNCMar). A atuação marinha também foi forte através do Fundo de Apoio às Unidades de Conservação Marinha e Fundo Costa Atlântica, que lançou seu 7° edital.

1O Viva a Mata 2014 atingiu um importante marco em 2014 e comemorou 10 anos de evento com três dias de oficinas, shows, debates e diversas outras atividades no Parque Ibirapuera, trazendo curiosidades e informações sobre a Mata Atlântica de forma criativa para mais de 100 mil pessoas que passaram pelo local. O evento foi um dos destaques do ano, junto a outras atividades de educação ambiental, visitação e voluntariado que movimentaram a área de Cidades da Fundação.

E tem muito mais. Confira abaixo mais dos principais destaques, divididos por áreas. Agradecemos seu apoio à nossa luta pelas florestas, pelo mar e pela qualidade de vida nas cidades. Continue nos acompanhando em 2015.

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS