Notícias
Se mantenha informado sobre nossas ações
marco tanaka
  j \d\e F \d\e Y  

Campanha Os Três Porquinhos e a Mata Atlântica alcança 10 milhões de visualizações

5 de junho de 2018

Se você ainda não viu clique aqui

A campanha “Os Três Porquinhos e a Mata Atlântica“, da Fundação SOS Mata Atlântica, alcançou a marca de 10 milhões de visualizações, dois meses após seu lançamento. Disponível em diversas plataformas e versões, a campanha teve 2 milhões de visualizações no Youtube, aproximadamente 8 milhões no Facebook e mais de 34 mil compartilhamentos. De forma lúdica, a campanha tem como objetivo retratar a importância da harmonia entre o homem e o meio ambiente. A campanha foi produzida em parceria com a agência DPZ&T e produzida pela Vetor Zero.

Esta releitura do clássico infantil se inicia após a história original – os animais, ao se sentirem seguros pelos muros de tijolos, destroem a floresta e constroem mais casas, empresas e indústrias. O que eles não esperavam era que a mata fosse fazer tanta falta. A narração é feita pelos animais, que representam as pessoas e a luta pela preservação ambiental. Ao fim da história, é possível ver um novo cenário, em que há equilíbrio entre o progresso e a natureza.

O vídeo ainda destaca a importância da restauração da nossa floresta. Na Mata Atlântica – já que no bioma, o mais ameaçado do Brasil, restam apenas 12,4% de sua área original. Prova disso são os novos dados de desmatamento do bioma, divulgados pela Fundação SOS Mata Atlântica e Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). O Atlas da Mata Atlântica constatou uma redução de 56,8% no desmatamento entre os anos de 2016 e 2017 comparado ao período de 2015-2016. No último ano, foram destruídos 12.562 hectares (ha), ou 125 Km², nos 17 estados do bioma. Trata-se do menor índice total de desmatamento desde quando as organizações monitoram o bioma – 32 anos.

Apesar da redução, a SOS Mata Atlântica chama a atenção para a importância de um compromisso de toda a sociedade pela proteção do bioma para que o desmatamento reduza ainda mais e que seja alcançado o desmatamento ilegal zero – em torno de 100 hectares ou 1km², já presente em sete estados – Ceará, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e São Paulo.

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS