ACESSE SUA CONTA

Esqueci minha senha

NÃO POSSUI CADASTRO

Fazendo seu cadastro, você:

marco tanaka
  j \d\e F \d\e Y  

Contratação de projeto de sinalização para o Parque Nacional da Tijuca

29 de abril de 2013

A Fundação SOS Mata Atlântica e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) publicaram um Termo de Referência para contratar a empresa que será responsável pelo Projeto de Sinalização do Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ). O prazo para envio das propostas é até 28 de maio de 2013 (data da postagem no correio). Este é o segundo termo de referência publicado desde a assinatura da parceria entre as duas instituições, em março deste ano.

As empresas interessadas devem ter equipes multidisciplinares, compostas por profissionais especializados em desenho industrial, arquitetura, produção de conteúdo, educação ambiental e ecoturismo, dentre outros. Ela será responsável por:

  • Diagnosticar toda a sinalização já existente, inclusive avaliando a qualidade, estado de conservação e adequação às necessidades do Parque Nacional da Tijuca;
  • Conceber a programação visual, definir os materiais e as estruturas utilizadas que incluam sinalização vertical e horizontal com conteúdo direcional, informativo, interpretativo, educacional, de identificação e de alerta, entre outros;  e
  • Definir localização e conteúdo de toda a sinalização do Parque Nacional da Tijuca, incluindo especificação técnica das placas para produção.

O trabalho deverá ser desenvolvido em quatro meses. Entre os produtos que deverão ser apresentados estão o relatório de diagnóstico da sinalização existente, o projeto de concepção gráfica e estrutural e o projeto completo de sinalização. Todas as informações, como o detalhamento e formato dos produtos esperados, qualificações necessárias à equipe, critérios de avaliação e endereço para envio da proposta estão no Termo de Referência:

Além de fornecer informações sobre o Parque para os visitantes, garantindo sua segurança e lazer, a sinalização também deve contribuir para sensibilizar o público, despertando as pessoas para a importância de conservar o ambiente natural em um parque nacional. “Uma boa sinalização é fundamental para que o uso público se dê de maneira segura e com pouco impacto, garantindo o cumprimento dos objetivos legais de um Parque Nacional. A nova sinalização também deve atender à divulgação da marca do Parque, dos órgãos gestores e parceiros, consolidando a imagem do Parque e permitindo que se agreguem outros atores nos esforços de conservação”, explica Ernesto Viveiros de Castro, chefe do Parque Nacional da Tijuca.

A maior parte da sinalização atual no Parque é antiga e encontra-se desatualizada. Um outro exemplo  da necessidade de uma nova sinalização é que o local recebe um fluxo significativo  de turistas estrangeiros, há poucas informações em outras línguas. “Com a contratação, temos a perspectiva de corrigir estas questões e garantir uma sinalização moderna e mais de acordo com as necessidades do Parque Nacional da Tijuca”, afirma Marcia Hirota, diretora da Fundação SOS Mata Atlântica, parceira do Parque.

Sobre a iniciativa e o  Parque Nacional da Tijuca

Rio de JaneiroMundialmente famoso, e totalmente inserido na cidade do Rio de Janeiro, o Parque Nacional da Tijuca abrange uma área de 3.953 hectares. Além de abrigar a primeira grande floresta replantada do Mundo e excepcional patrimônio natural da Mata Atlântica, o Parque protege valiosos bens culturais e históricos, contemplando maciços rochosos, quedas d’água, riachos, fauna e flora do bioma Mata Atlântica. Entre os atrativos turísticos importantes protegidos pelo Parque destacam-se a Pedra da Gávea, a Vista Chinesa, o Parque Lage, o Morro do Corcovado, com o Monumento do Cristo Redentor e a Floresta da Tijuca. A facilidade de acesso e os inúmeros atrativos fazem deste Parque o mais visitado do país, tendo registrado mais de 2,5 milhões de visitantes em 2012.

Manejar adequadamente o Parque para compatibilizar o turismo e a conservação e atender adequadamente os visitantes é um grande desafio, especialmente com a proximidade de grandes eventos como a Copa do Mundo de 2014. Por outro lado, a intensa visitação e a grande exposição do Parque são oportunidades positivas para atrair parcerias e recursos para sua manutenção. Associar a imagem de uma empresa ao Parque Nacional da Tijuca pode gerar benefícios associados a ícones da cidade, à paisagem inigualável reconhecida como patrimônio mundial, a momentos de lazer e contemplação e à conservação da natureza. Para aproveitar todo esse potencial e fortalecer as iniciativas de conservação e manejo do Parque Nacional da Tijuca, é fundamental avaliar o potencial de captação de recursos a partir de parcerias e patrocínios.

Outras informações:

  • Assessoria de Comunicação – Parque Nacional da Tijuca
  • www.parquedatijuca.com.brwww.icmbio.gov.br/parnatijuca
  • Ana Rosa Saraiva – (21) 7163.4884
  • anarosa@tribo12.com.br

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS