ACESSE SUA CONTA

Esqueci minha senha

NÃO POSSUI CADASTRO

Fazendo seu cadastro, você:

marco tanaka
  j \d\e F \d\e Y  

Entidades pedem a Dilma que reavalie Porto Sul

3 de novembro de 2010

A Fundação SOS Mata Atlântica e mais 12 reconhecidas entidades ambientalistas encaminharam na semana passada uma carta aos então candidatos à presidência da república, José Serra e Dilma Roussef, pedindo um posicionamento referente ao Porto Sul.

O polêmico projeto prevê a instalação de um complexo do qual fazem parte um porto de minérios e o traçado final da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (que liga Tocantins à Bahia), ao norte de Ilhéus, no Sul da Bahia. A região é rica em biodiversidade, possui 80% dos remanescentes da Mata Atlântica no Nordeste, é reconhecida pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) como Reserva da Biosfera da Mata Atlântica e protegida pela Lei da Mata Atlântica (Lei 11.428/2006), além de ser uma área chave para a atividade turística e pesqueira e abrigar diversas comunidades tradicionais.

Segundo a carta, o projeto, que conta com recursos do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento do Governo Federal, poderá comprometer séria e irreversivelmente a Mata Atlântica do Sul da Bahia, afetando áreas protegidas como a Lagoa Encantada, o Parque do Conduru e a Apa de Itacaré Serra Grande, bem como a atividade pesqueira e a paisagem turística da região.

No documento, as ONGs solicitam aos candidatos que reconsiderem a implantação do complexo na localização prevista, levando em conta os importantes atributos ambientais, sociais e culturais da região, sua vocação turística e o respeito à legislação brasileira, para beneficiar a sociedade com uma melhor qualidade de vida e com um modelo de desenvolvimento sustentável. Para acesso ao texto na íntegra, clique aqui.

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS