Notícias
Se mantenha informado sobre nossas ações
marco tanaka
  j \d\e F \d\e Y  

Fundação lança campanha de coleta de garrafas PET

26 de abril de 2010

Em parceria com o designer Nido Campolongo, a ONG convida a sociedade a participar da coleta de garrafas PET para compor a cenografia do Viva a Mata 2010.

A Fundação SOS Mata Atlântica e o designer Nido Campolongo iniciam uma campanha de coleta de garrafas PET em diversos pontos de São Paulo. O objetivo é incentivar os paulistanos a descartar seus resíduos de forma correta e promover a conscientização ambiental, principalmente a importância de materiais reutilizáveis. As garrafas coletadas também serão utilizadas na composição da cenografia do Viva a Mata 2010 – mostra de iniciativas e projetos em prol da Mata Atlântica, que acontece entre os dias 21 e 23 de maio, na Arena de Eventos ao lado da Marquise do Parque Ibirapuera. Nido Campolongo é o responsável pela cenografia do evento, que será composta por caixotes de madeira e garrafas PET.

Os interessados em contribuir com a campanha podem depositar suas garrafas nos seguintes locais:

Sede da Fundação SOS Mata Atlântica: Rua Manoel da Nóbrega, 456, Paraíso;

Estúdio Nido Campolongo: Rua Tupi, 843, Higienópolis;

Conjunto Nacional: Avenida Paulista, 2073;

Restaurante Harry Pisek: Rua Tupi, 816;

Quality Food: Rua Alagoas, 1020;

Especificamente para a coleta foram desenvolvidos cestos feitos com PET e com tiras e chapas de fibras de celulose.

Sobre o Viva a Mata

O Viva a Mata é aberto ao público em geral e tem como principais objetivos comemorar o Dia Nacional da Mata Atlântica (27 de maio), promover a troca de informações e experiências entre os que lutam pela conservação deste Bioma, realimentar o movimento ambientalista, e informar e conscientizar a sociedade.

Com o patrocínio do banco Bradesco, apoio da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente (SVMA) e da Tam, e a Eldorado como rádio oficial, o evento tem uma ampla programação gratuita: palestras, debates, exposições, estandes temáticos, oficinas, peças de teatro, maquetes interativas, atividades com voluntários, entre outras manifestações artísticas. Na edição passada, a mostra reuniu mais de 80 mil pessoas, interessadas em saber o que está sendo feito no País pelo Bioma, além de aprender a melhorar sua relação com o meio ambiente.

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS