ACESSE SUA CONTA

Esqueci minha senha

NÃO POSSUI CADASTRO

Fazendo seu cadastro, você:

marco tanaka
  j \d\e F \d\e Y  

Fundação SOS Mata Atlântica apoia prêmio que reconhece trajetórias de inovação e superação no setor público

16 de abril de 2019

Prêmio Espírito Público vai premiar profissionais com trajetórias de contribuição para o serviço público no Brasil, superação e trabalho em equipe

Reconhecer e divulgar a trajetória de profissionais do setor público que, apesar de todas as adversidades, contribuem para o país gerando impacto positivo na sociedade e melhorando a vida dos brasileiros. Essa é a missão do Prêmio Espírito Público, que está com inscrições abertas até 28 de abril. A Fundação SOS Mata Atlântica apoia a iniciativa que, entre suas categorias, reconhecerá profissionais da área ambiental.

“Entendemos que existem diversos profissionais da área ambiental que fazem a diferença no setor público. Nesta área, vemos como existem profissionais apaixonados pelo que fazem. Se valorizados por seus líderes e, com autonomia necessária para exercerem suas funções, essas pessoas podem fazer a diferença para o Brasil”, afirma Marcia Hirota, diretora-executiva da Fundação SOS Mata Atlântica.

O prêmio é uma iniciativa conjunta de diversas organizações, como a Aliança (formada pelo Instituto República, Instituto Humanize, Fundação Lemann e Fundação Brava), a Agenda Brasil do Futuro, o Centro de Liderança Pública e a Fundação Itaú Social. Os selecionados ganharão prêmios de até R$ 30 mil e uma viagem de imersão em instituições internacionais de referência no serviço público.

O júri do prêmio vai selecionar três finalistas de cada área, que receberão R$ 10 mil como reconhecimento por seu trabalho. Os 18 nomes serão anunciados no dia 26 de julho e convidados a participar de uma viagem de imersão em setembro, com duração de uma semana e destino a ser definido, para conhecer instituições internacionais de referência no serviço público (na edição passada, os vencedores viajaram para Londres onde visitaram instituições como o Parlamento, a Polícia Metropolitana e a Agência Nacional de Meio Ambiente). Na etapa final, será escolhido um servidor destaque em cada área que levará um prêmio adicional de R$ 20 mil. A cerimônia de premiação dos vencedores acontecerá no dia 28 de outubro.

O júri é composto por representantes do setor público, academia, terceiro setor e empresas com atuação em cada categoria, além dos vencedores do prêmio no ano passado. Entre os participantes está Marcia Hirota, diretora-executiva da Fundação SOS Mata Atlântica.

Na avaliação, serão consideradas quatro dimensões: resultados entregues para a sociedade (que avalia soluções que geraram resultados mensuráveis); contribuições técnicas no campo de atuação (na qual serão avaliadas novas ideias, ferramentas e aplicações desenvolvidas ao longo da trajetória do candidato); contribuição para o desenvolvimento de outros profissionais públicos (que verifica como o candidato é fonte de inspiração para seus colegas); e resiliência e superação de adversidades (que reconhece momentos que exigiram força dos candidatos para lidar com adversidades típicas do setor).

Profissionais públicos de todos os estados do Brasil e níveis federativos (municipal, estadual e federal) podem se inscrever no prêmio, desde que tenham, no mínimo, 10 anos de atuação no setor público brasileiro (mesmo que de forma não consecutiva), sendo pelo menos cinco deles na última década. Mais informações sobre o prêmio em www.premioespiritopublico.org.br/.

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS