Notícias
Se mantenha informado sobre nossas ações
marco tanaka
  j \d\e F \d\e Y  

Veja como foi o debate online sobre a situação do rio Tietê

Divulgação ocorreu na terça (22/09)

21 de setembro de 2020

A Fundação SOS Mata Atlântica realizou na terça (22/09), o evento “Dia do Tietê“, em celebração ao dia do maior e mais importante rio paulista. Na ocasião, além de apresentar os dados da poluição do rio Tietê no último ano, os debatedores falaram como a pandemia de Covid-19 e eventos extremos climáticos impactam a qualidade da água.

Veja como foi 

Os dados apresentados pela Fundação, trazem o retrato da qualidade da água do rio em pontos monitorados pelos voluntários do projeto Observando os Rios. Os pontos analisados estão distribuídos nas bacias hidrográficas do Alto Tietê, Médio Tietê, Sorocaba e Piracicaba, Capivari e Jundiaí, que abrangem 102 municípios das Regiões Metropolitanas de São Paulo, Campinas e Sorocaba.

Mediado pela repórter da TV Cultura, Claudia Tavares, o evento contou com a presença de Malu Ribeiro, gerente da SOS Mata Atlântica, que apresentou os novos dados de poluição do Tietê e o manifesto da organização para as Eleições 2020 que, entre outras coisas, pede que candidatos e candidatas tenham metas concretas para o tema água.

Saiba mais sobre a situação do rio Tietê

O evento ainda teve Edison Carlos, presidente-executivo do Instituto Trata Brasil, que destacou as perspectivas para o rio Tietê mediante ao cenário do novo marco regulatório do saneamento básico. Victor Kinjo, cantor, compositor e pesquisador em reavivamento de rios urbanos no Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo com apoio da FAPESP, deu um olhar cultural e afetivo para o rio e como a relação da sociedade com o Tietê poderia ser diferente. Além disso, apresentou uma nova cançação sobre o rio para o público.

Crédito: Fundação SOS Mata Atlântica

COMPARTILHE