ACESSE SUA CONTA

Esqueci minha senha

NÃO POSSUI CADASTRO

Fazendo seu cadastro, você:

marco tanaka
  j \d\e F \d\e Y  

Governo decreta criação de Refúgio de Vida Silvestre em Alcatrazes

4 de agosto de 2016

O arquipélago de Alcatrazes se tornou uma área marinha protegida nesta quarta-feira (3). A criação de um Refúgio da Vida Silvestre (Revis) na região, situada no Litoral Norte de São Paulo, foi realizada  por meio de um decreto publicado pelo presidente em exercício Michel Temer. Alcatrazes é conhecido pelos ambientes naturais únicos e pela rica biodiversidade que inclui espécies insulares, endêmicas, ameaçadas e migratórias que utilizam a área para alimentação, reprodução e abrigo.

“A criação do Refúgio da Vida Silvestre de Alcatrazes, incluindo o direito à visitação, representa uma grande conquista para a conservação marinha, bem como para a sociedade civil que exigia uma unidade de conservação no local desde 1990. Mas, não devemos parar por aqui. O maior passo agora, e que não pode demorar a ser feito, é uma discussão participativa com todos os setores interessados, para a conclusão de um plano de manejo, que venha a estabelecer regras de uso público e favoreça atividades de uso sustentável e não-extrativo, como o turismo e o mergulho” comenta Leandra Gonçalves, consultora da Fundação SOS Mata Atlântica.

Apesar de não ser um Parque Nacional Marinho, como sempre foi pensado e pleiteado para a área, a categoria de Refúgio da Vida Silvestre não exclui os usos sustentáveis: o turismo de mergulho e desembarque nas ilhas poderá ser permitido, com restrições e sob condições especiais, que serão detalhadas no futuro plano de manejo da unidade. Porém a Marinha poderá continuar a usar uma ilha do arquipélago como alvo para práticas de tiro e exercícios militares.
 

 

 

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS