Notícias
Se mantenha informado sobre nossas ações
marco tanaka
  j \d\e F \d\e Y  

II Edital do Fundo Costa Atlântica

5 de dezembro de 2008

A Fundação SOS Mata Atlântica anuncia os projetos selecionados do “II Edital Costa Atlântica”, por meio de seu programa de Conservação das Zonas Costeira e Marinha sob influência do Bioma Mata Atlântica.

São eles a Fundação Pró-Tamar com o projeto “Levantamento de subsídios, através de processo participativo, para criação do Refúgio de Vida Silvestre da Praia do Forte, município de Mata de São João-BA”; o Instituto Maramar com o projeto “Articulação Pró Mangue Canal de Bertioga: Proposta de criação de Unidade de Conservação de Uso Sustentável para a região do Canal de Bertioga, Rio Itapanhaú e Manguezais associados – SP”; e a Associação Ambiental Voz da Natureza, que visa o “Diagnóstico da Biodiversidade do Arquipélago Sul Capixaba”.

O Programa disponibiliza um total de R$ 105.000,00 aos projetos, recursos provenientes do Bradesco Capitalização e da Copebrás-Anglo American. O Fundo para Conservação e Fomento ao Desenvolvimento Regional nas Zonas Costeira e Marinha sob Influência do Bioma Mata Atlântica (Fundo Costa Atlântica) foi criado para apoiar a criação e consolidação das unidades de conservação marinhas (públicas) e fomentar o desenvolvimento local e regional na zona costeira.

Histórico do Programa
O Fundo para Conservação e Fomento ao Desenvolvimento Regional nas Zonas Costeira e Marinha sob Influência do Bioma Mata Atlântica (Fundo Costa Atlântica) foi criado para apoiar a criação e consolidação das unidades de conservação marinhas (públicas) e fomentar o desenvolvimento local e regional na zona costeira. O II Edital para projetos com foco na criação ou consolidação de unidades de conservação marinha teve 10 propostas apresentadas. Também neste ano, quatro projetos aprovados no I Edital do programa foram implementados. São eles: “Refúgio de Vida Silvestre do Peixe-Boi Marinho” (Associação de Pesquisa e Preservação de Ecossistemas Aquáticos – Aquasis); “Apoio à Criação e Planejamento de uma Unidade de Conservação Municipal Marinha em Ilhéus BA”, destinada à preservação do Mero-Canapu (Epinephelus itajara) (Instituto Floresta Viva); “Centro de Informações Ambientais da Estação Ecológica de Tamoios: Contribuindo com a Conservação da Biodiversidade e a Sustentabilidade Sócio-Ambiental da Baía da Ilha Grande” (Sociedade Angrense de Proteção Ecológica – Sape); e “Educação Ambiental no Parque Nacional Marinho e na Área de Proteção Ambiental de Fernando de Noronha” (Centro Golfinho Rotador).

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS