ACESSE SUA CONTA

Esqueci minha senha

NÃO POSSUI CADASTRO

Fazendo seu cadastro, você:

marco tanaka
  j \d\e F \d\e Y  

Já conhece o site interativo “Aqui Tem Mata”?

21 de dezembro de 2016

Quanto resta de Mata Atlântica na sua cidade? Você pode descobrir de forma rápida e interativa no hotsite “Aqui Tem Mata?”, que oferece uma busca online sobre a situação da floresta nos 3.429 municípios abrangidos pela Lei da Mata Atlântica. Basta informar o nome do município ou CEP desejado, e a ferramenta retorna com dados e infográficos sobre as áreas de florestas, mangues e restingas associados à Mata Atlântica, incluindo tamanho da área verde, posição do município no ranking de desmatamento, comparação da área de floresta com campos de futebol, entre outras informações. Os dados estão acessíveis a qualquer usuário para que possam ser utilizados com finalidades de pesquisa, educação, fonte de consulta e defesa da proteção da floresta.

– Acesse o hotsite ‘Aqui Tem Mata’ pelo link: www.aquitemmata.org.br

As informações são extraídas do Atlas da Mata Atlântica, produzido anualmente pela ONG em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), o site também mostra onde estão as áreas protegidas de cada ciAqui Tem Mata homedade, incluindo parques e reservas em níveis federais, estaduais e municipais, além das Reservas Particulares de Patrimônio Natural (RPPNs), desde que tenham ao menos 3 hectares de área contínua bem preservada. A ferramenta está disponível para web, tablets e celulares e também pode ser útil para jornalistas, professores e estudantes.

“O ‘Aqui tem Mata’ tem o objetivo de tornar mais acessíveis os dados e o histórico das cidades abrangidas pelo Mapa de aplicação da Lei da Mata Atlântica. A partir de uma ferramenta de fácil visualização, qualquer pessoa poderá saber como seu município tem conservado o bioma mais ameaçado do Brasil. Ampliar o conhecimento sobre o assunto e torná-lo mais próximo do dia a dia é uma forma eficiente de incentivar a participação de todos na proteção do que resta de Mata Atlântica no país”, afirma Marcia Hirota, Diretora Executiva da Fundação SOS Mata Atlântica.

O hotsite mostra ao cidadão a situação da vegetação natural do município (florestas nativas) e também os refúgios, várzeas, campos de altitude, mangues, restingas e dunas, com base em imagens geradas pelo sensor OLI a bordo do satélite Landsat 8. “A possibilidade de o cidadão comum poder acompanhar a dinâmica da cobertura florestal do município onde reside é, sem dúvida, a materialização de uma preview3intenção que tivemos no passado”, afirma Flávio Jorge Ponzoni, pesquisador e coordenador técnico do Atlas da Mata Atlântica pelo INPE.

O Atlas conta com patrocínio de Bradesco Cartões e execução técnica da empresa de geotecnologia Arcplan.

Já o hotsite Aqui Tem Mata foi desenvolvido pela agência digital Zoio e teve a consultoria em dados e visualização da Infoamazonia.

 

 

 

aqui tem mata 1

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS