ACESSE SUA CONTA

Esqueci minha senha

NÃO POSSUI CADASTRO

Fazendo seu cadastro, você:

marco tanaka
  j \d\e F \d\e Y  

Jornada contra mudanças no Código Florestal

28 de abril de 2011

SOS FLORESTAS: Jornada Nacional de Mobilização contra alterações no Código Florestal se espalha por todo o Brasil

Começou quinta-feira (28/04), nas cidades de Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Piracicaba (SP), Rio Branco (AC), Rio de Janeiro e Volta Redonda (RJ), uma Mobilização Nacional da sociedade brasileira contra as alterações no Código Florestal propostas no PL 1.876/99. Essa mobilização culminará com a Jornada Nacional de Mobilização entre os dias 12 e 22 de maio em diversas regiões no Brasil. O objetivo é exercer pressão direta sobre parlamentares em seus domicílios eleitorais, com o apoio de organizações locais.

O movimento, liderado pela coalizão SOS Florestas, é formado por ONGs, entidades da sociedade civil e indivíduos contrários ao substitutivo de autoria do deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB/SP), que enfraquece as leis que protegem as florestas e outras áreas naturais no país, como o Cerrado e a Caatinga. A proposta também incentiva a ocupação de áreas de risco, como encostas de morros e margens de rios, abrindo espaço para mais tragédias em centros urbanos, como enchentes e deslizamentos de terra. Na prática, essa mudança da legislação vai aumentar o desmatamento, provocando maior emissão de gases do efeito estufa e acarretando problemas no abastecimento de água nas áreas urbanas.

”Esta jornada mostra que as discussões em torno da proposta de alteração do Código Florestal não se trata de uma briga entre ruralistas e ambientalistas. A sociedade brasileira está preocupada com as consequências dessa mudança nas nossas florestas e nas nossas vidas”, afirma Mario Mantovani, diretor de Políticas Públicas da SOS Mata Atlântica.

Como funciona

Para estimular a participação ativa de indivíduos e descentralizar a campanha, a coalizão SOS Florestas disponibiliza, através de seu site www.sosflorestas.com.br, diversos materiais informativos, como vídeos, cartilhas, petições, sugestões de atividades, entre outros. A idéia é que a iniciativa chegue também em escolas, faculdades, centros comunitários e vários espaços coletivos para aumentar o debate sobre o futuro das florestas e das cidades brasileiras. A página da campanha no Facebook (http://www.facebook.com/pages/SOS-Florestas/125117967522279) vai funcionar como uma vitrine da jornada de mobilização, reunindo fotos e vídeos das ações realizadas Brasil afora em uma grande marcha virtual.

O trabalho está sendo feito de forma articulada com a Frente Parlamentar Ambientalista, que acompanha as negociações em Brasília.

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS