ACESSE SUA CONTA

Esqueci minha senha

NÃO POSSUI CADASTRO

Fazendo seu cadastro, você:

marco tanaka
  j \d\e F \d\e Y  

Onças e Parque da Capivara são beneficiados em leilão de Sebastião Salgado

10 de junho de 2014

O projeto Carnívoros do Iguaçu e a Fundação Museu do Homem Americano (Fumdham) foram beneficiados com o leilão de quatro fotos originais do reconhecido fotógrafo Sebastião Salgado. O valor de R$ 345 mil foi arrecadado entre os participantes do Fórum Mundial de Meio Ambiente, realizado pelo Lide – Grupo de Líderes Empresariais – em Foz do Iguaçu. Os recursos serão divididos igualmente entre as duas iniciativas – R$ 172,5 mil para cada uma.

O primeiro projeto se dedica ao estudo e conservação da onça-pintada na região do Parque Nacional do Iguaçu. No local houve uma redução de cerca de 90% na população de onças-pintadas. Outra pesquisa mostra que as onças-pintadas podem desaparecer da Mata Atlântica.

Já a Fumdham luta para proteger o Parque Nacional da Serra da Capivara – considerado Patrimônio Cultural da Humanidade – e promover o desenvolvimento econômico e social da região, no Piauí. Segundo a Fundação, as verbas alocadas pelos Ministérios da Cultura e do Meio Ambiente para esse trabalho nunca foram suficientes, mas a Fumdham sempre conseguiu recursos graças à Lei Rouanet. “Porém, desde 2010, essas doações têm sido reduzidas. Em consequência, os recursos de que a Fumdham dispõe na atualidade não permitirão a continuidade dos trabalhos de manutenção e conservação e, se não conseguir reverter essa situação, o Parque Nacional Serra da Capivara ficará completamente abandonado”, informa a Fundação.

A Fumdham criou um vídeo para explicar a situação e pedir o apoio de todos. Ajude você também o parque. O Piauí foi o segundo maior desmatador de Mata Atlântica no período 2012-2013.

Homenagens e premiação

No dia 5 de junho ocorreu a entrega do Prêmio LIDE de Meio Ambiente 2014. Foram premiadas as empresas brasileiras ou estrangeiras, que atuam em território nacional, que realizaram projetos ambientais no Brasil e demonstraram claramente uma cultura empresarial preocupada com a sustentabilidade, a conservação da biodiversidade e dos recursos naturais do país, muito além do exigido pela legislação brasileira ou pelas convenções sociais.

Entre as categorias premiadas estavam: Ambiente Urbano, Biodiversidade, Economia Verde, Educação Ambiental, Gestão Pública Ambiental, Mídia Ambiental, Mudanças Climáticas, Oceanos, Propriedades Rurais Sustentáveis, Recursos Hídricos e Unidades de Conservação.
Ao final, Sebastião Salgado, fotógrafo brasileiro mundialmente reconhecido; Lélia Deluiz Wanick Salgado, cofundadora e presidente do Instituto Terra; e Niéde Guidon, arqueóloga brasileira e diretora-presidente da Fumdham, foram homenageados pelo trabalho de defender a sustentabilidade no País.

Em nome dos três, Salgado agradeceu e reforçou a mensagem de preservação do meio ambiente. “Atrás de nós existe um planeta quase destruído. Para ter o conforto de hoje nós destruímos o planeta, nossas florestas, nossas nascentes. Está no momento de fazer a nossa parte e preservar aquilo que ainda está intacto”, alertou o fotógrafo. Ele disse que se orgulha, até mais do que de seu trabalho na fotografia, do trabalho de reflorestamento que realizou. Com o leilão de uma câmera histórica da Leica, ele obteve 125 mil euros, que permitiu o plantio de 50 mil árvores por meio do Instituto Terra. Lélia Salgado ressaltou que na área reflorestada a temperatura chega a ser 3ºC menor do que na área urbana de Aimorés (MG).

Confira os premiados do 5º Fórum Mundial de Meio Ambiente

1. AMBIENTE URBANO
Sérgio Besserman Vianna, presidente da Câmara Técnica de Desenvolvimento Sustentável Da Prefeitura Do RJ

2. BIODIVERSIDADE
Gustavo Martinelli, pesquisador

3. ECONOMIA VERDE
Mauro Euclydes Paschotto, diretor de Marketing da Química Amparo

4. EDUCAÇÃO AMBIENTAL
Andrea Margit, gerente de Meio Ambiente da Fundação Roberto Marinho

5. GESTÃO PÚBLICA AMBIENTAL
Carlos Eduardo Ferreira Pinto, promotor de justiça no Ministério Público do Estado de Minas Gerais

6. MÍDIA AMBIENTAL
Peter Milko, diretor geral do Horizonte Geográfico

7. MUDANÇAS CLIMÁTICAS
Carlos Rittl, secretário executivo do Observatório do Clima

8. OCEANOS
Carlos Alberto Pinto dos Santos, AMEX CANAVIEIRAS

9. PROPRIEDADES RURAIS SUSTENTÁVEIS
Pedro Paulo Diniz, Fazenda da Toca

10. RECURSOS HÍDRICOS
Francisco Lahós, secretário executivo do Consórcio Rios Piracicaba Capivari Jundiaí

11. UNIDADES DE CONSERVAÇÃO
André Ilha, diretor de Biodiversidade do INEA-RJ

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS