ACESSE SUA CONTA

Esqueci minha senha

NÃO POSSUI CADASTRO

Fazendo seu cadastro, você:

marco tanaka
  j \d\e F \d\e Y  

ONG’s criticam sanção parcial do Código Florestal

25 de maio de 2012

O Comitê Brasil em Defesa das Florestas e do Desenvolvimento Sustentável, que reúne cerca de 200 organizações em defesa do meio ambiente e do qual a Fundação SOS Mata Atlântica faz parte, lamentou a sanção parcial do Código Florestal pela presidente Dilma Rousseff.

Em nota, as ONG’s, que pediam o veto total da proposta, disseram estar indignadas com a falta de transparência, já que o conteúdo das medidas não foi divulgado. Também questionam o fato de o projeto de lei promover a isenção de recuperação de Áreas de Proteção Permanente (APP) e Reserva Legal. Leia a nota completa aqui.

As entidades estão estudando as mudanças propostas e divulgarão sua posição nesta segunda-feira (28), em entrevista coletiva de imprensa, na Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O horário ainda será definido.

Ao todo, Dilma Rousseff vetou 12 artigos do projeto de lei aprovado no final de abril pela Câmara dos Deputados. Também fez 32 modificações, e 14 delas resgatam o que previa a versão do Senado Federal. Segundo o ministro da Advocacia Geral da União, Luís Inácio Adams, “as mudanças sugeridas vêm para preservar acordos e o congresso nacional”.

Para Mário Mantovani, diretor de Políticas Públicas da Fundação SOS Mata Atlântica, “o governo conseguiu piorar o texto do Senado, que volta por meio de Medida Provisória para a Câmara dos Deputados, onde todos os problemas se originaram, colocando em risco novamente o meio ambiente.”

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS