Notícias
Se mantenha informado sobre nossas ações
marco tanaka
  j \d\e F \d\e Y  

Planos da Mata lança edital para organizações ambientalistas

Objetivo é a realização de Planos da Mata Atlântica em 35 municípios

16 de junho de 2021

É com grande satisfação que a Fundação SOS Mata Atlântica, em seu Projeto Planos da Mata, em parceria com a Suzano S.A., convida organizações ambientalistas da sociedade civil para cooperarem na elaboração de Planos Municipais de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica  (PMMAs) em 35 municípios, distribuídos nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo e Bahia.

As organizações locais, que atuam nos municípios/regiões do projeto interessadas em participar do processo de seleção, poderão se inscrever até o dia 7 de julho de 2021, conforme edital disponível em www.pmma.etc.br e a seguir:

Edital Planos da Mata

A lista dos 35 municípios que farão parte da iniciativa também estão descriminadas no edital. As organizações selecionadas terão um contrato de parceria com a Suzano S.A., com apoio financeiro, e contarão também com apoio e supervisão técnica da Fundação SOS Mata Atlântica durante todo o processo.

Esse é um marco importante para a governança sobre o território da Mata Atlântica e para o planejamento participativo, que buscamos realizar nos mais de 3.400 municípios inseridos neste bioma, desde o Piauí até o Rio Grande do Sul.

O PMMA é uma ferramenta fundamental para trazer segurança jurídica ao desenvolvimento econômico sustentável, alinhado ao planejamento da conservação, recuperação e o uso sustentável desta floresta tão importante para a saúde pública, que oferece funções ambientais e permite atividades essenciais para a vida das pessoas – como a manutenção do equilíbrio do clima, abastecimento de água, desenvolvimento da produção agrícola e turismo. A ação ainda colabora para o alcance de objetivos e metas internacionais das quais o Brasil é signatário.

Na primeira fase realizamos, de forma virtual, reuniões para a apresentação do Projeto aos representantes das Prefeituras e Conselhos Municipais.  Os trabalhos entram em sua segunda fase, com atividades de seleção das organizações locais, sensibilização, capacitação e mobilização, coordenados pela Fundação SOS Mata Atlântica e atores locais nos municípios, que serão convidados também a compor os Grupos de Trabalho do PMMA.

O Coordenador de Mobilização da Fundação SOS Mata Atlântica, Beloyanis Monteiro, que atua há quase 30 anos na Fundação, ressalta que este projeto tem o objetivo de fortalecer a capacidade de atuação das organizações ambientalistas e Conselhos Municipais de Meio Ambiente em suas atividades e na realização e monitoramento da implementação do PMMA, o que também será importante para dar visibilidade e valorizar o trabalho fundamental realizado voluntariamente por eles.

Estendemos o convite a todos os munícipes que tenham interesse em participar mais ativamente e colaborar para construção do PMMA, que diferente de outros instrumentos, e segundo a Lei da Mata Atlântica, deve ser aprovado pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente, colegiado fundamental para realização efetiva deste plano e outras políticas públicas ambientais de interesse de cada um de nós, cidadãos.

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não utilizaremos suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

NOTÍCIAS RELACIONADAS