ACESSE SUA CONTA

Esqueci minha senha

NÃO POSSUI CADASTRO

Fazendo seu cadastro, você:

marco tanaka
  j \d\e F \d\e Y  

População protesta contra mudanças no Código

13 de julho de 2010

Na semana passada, diversas cidades realizaram manifestações com caixões e coroas de flores, simbolizando a morte do Código Florestal e também de bens fundamentais de nosso patrimônio natural, como a água, as florestas, a biodiversidade e a regulação do clima. Brasília, Salvador, Fortaleza e Recife protestaram contra as mudanças na legislação e antes da votação, a Fundação SOS Mata Atlântica também participou de ações pelo Código em Natal, Curitiba, Blumenau, Rio de Janeiro e São Paulo.

A Comissão Especial do Código Florestal na Câmara dos Deputados aprovou na dia 6 de julho diversas alterações na legislação. As mudanças, defendidas pela bancada ruralista e pelo setor do agronegócio, haviam sido compiladas em um relatório apresentado pelo deputado Aldo Rebelo no início de junho. O texto aprovado pela Comissão segue agora para o plenário da Câmara dos Deputados, mas ainda não tem data definida para entrar em votação. “Iniciativas como a dos ambientalistas gaúchos são fundamentais para mostrar para a população o que está acontecendo em Brasília e como alguns deputados vêm destruindo o meio ambiente e ameaçando nosso futuro”, destaca Mario Mantovani, diretor de políticas públicas da Fundação. “Os brasileiros estão preocupados com seu patrimônio natural e não querem ver as leis ambientais destroçadas, mas muitas vezes nem ficam sabendo o que acontece no Congresso. Por isso essas mobilizações regionais são tão importantes”, defende.

Para saber como os deputados votaram na comissão e como foram as manifestações nas últimas cidades, acesse o site da campanha Exterminadores do Futuro. E para registrar suas condolências, entre na Conexão Mata Atlântica.

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS