ACESSE SUA CONTA

Esqueci minha senha

NÃO POSSUI CADASTRO

Fazendo seu cadastro, você:

Prêmio de Reportagem 2008

22 de agosto de 2008

8º PRÊMIO DE REPORTAGEM SOBRE A BIODIVERSIDADE DA MATA ATLÂNTICA ANUNCIA FINALISTAS DAS CATEGORIAS IMPRESSO E TELEVISÃO

A Aliança para a Conservação da Mata Atlântica (parceria entre as ONGs Conservação Internacional e Fundação SOS Mata Atlântica) divulga no dia 26 de agosto, com evento em São Paulo, (SP), os vencedores da oitava edição do Prêmio de Reportagem sobre a Biodiversidade da Mata Atlântica. Neste ano, a categoria Impresso recebeu 72 inscrições e a categoria Televisão teve 44 participantes. Os finalistas são 13 jornalistas de quatro estados diferentes. Confira:

Impresso:

  • Carlos Henrique Fioravanti, da Revista Pesquisa Fapesp, com “Semeadores de Florestas”
  • Eduardo Lacerda, da Revista Terra da Gente, com “Pequenos Mistérios”
  • Herton Escobar, do jornal O Estado de S. Paulo, com “A caminho da praia, Serra do Mar guarda riqueza em flora e fauna”
  • Luiz Antonio Figueiredo, da Revista Terra da Gente, com “Vale a pena neutralizar carbono?”
  • Maura Campanili, da Revista Terra da Gente, com “Boa Nova e o Gravatazeiro”
  • Mauri König, da Gazeta do Povo, de Curitiba (PR), com “A última testemunha: cem anos de resistência”
  • Natália Suzuki, da Revista Problemas Brasileiros, com “A mata atlântica ainda pede socorro”

Televisão:

  • Aline Resende de Carvalho, da Rede Minas de Televisão, com “Riquezas da Serra do Brigadeiro”
  • Beatriz Castro, da TV Globo Nordeste, com “Assentamentos X Mata”
  • Bianca Vasconcellos, do SBT Brasil, com “Mata Atlântica: reserva sem lei 1”
  • Helen Martins, do Globo Rural / TV Globo, com “De Bem com a Minha Terra 1”
  • Luiz Antonio Malavolta, da Rede Record de Televisão, com “Os perigos da Serra do Mar”
  • Márcia Bongiovani, do Repórter Eco / TV Cultura, com “Reserva particular de Mata Atlântica

Na categoria Impresso, a edição 2008 foi avaliada por Adalberto Marcondes (diretor da Agência Envolverde), Ilza Maria Tourinho Girardi (professora associada na Universidade Federal do Rio Grande do Sul), Patrícia Palumbo (jornalista da Rádio Eldorado), Ricardo Ribeiro Rodrigues (coordenador do Programa Biota/FAPESP e professor doutor da Esalq/USP) e Paulo Lyra (mestre em Comunicação, atualmente no Programa de Comunicação para Prevenção da AIDS da OPS). Na categoria Televisão, os jurados deste ano são Francisco César Filho (cineasta, criador e organizador da Mostra do Audiovisual Paulista), Haroldo Castro (criador do Prêmio de Reportagem sobre a Biodiversidade, fotógrafo, jornalista e diretor de documentários), Sérgio Túlio Caldas (jornalista, escritor e roteirista), Denise Marçal Rambaldi ( secretária geral da Associação Mico-LeãoDourado) e Luciano Candisani (fotógrafo especializado em meio ambiente e conservação).

O vencedor do primeiro lugar em cada uma das categorias irá participar do Congresso Mundial de Conservação (IUCN World Conservation Congress), em Barcelona, na Espanha, em outubro deste ano, junto com os vencedores dos outros países onde o Prêmio é realizado. Os segundos e terceiros colocados em cada categoria receberão R$ 5.000 e R$ 2.500, respectivamente.

Em 2007, a jornalista Miriam Leitão (em parceria com Sérgio Abranches) ficou em primeiro lugar na Categoria Impresso com a matéria “O rei da Mata Atlântica”, publicada no Jornal O Globo (RJ), em agosto de 2006. E a reportagem vencedora na Categoria Televisão – “Expansão Urbana/Litoral” – foi produzida por Maria Zulmira de Souza e equipe da TV Cultura e veiculada em fevereiro de 2007 no programa Repórter Eco.

Iniciativa da Conservação Internacional realizada em 14 países, o Prêmio de Reportagem sobre a Biodiversidade é promovido no Brasil desde 2001 pela Aliança para a Conservação da Mata Atlântica e tem o patrocínio exclusivo da Colgate-Palmolive, por meio da linha de produtos Sorriso Herbal. No âmbito global, o concurso tem parceria com o Centro Internacional para Jornalistas (ICFJ), a Federação Internacional de Jornalismo Ambiental (IFEJ) e a Fundação Biodiversidade da Espanha.

Aliança para a Conservação da Mata Atlântica
Parceria entre a Fundação SOS Mata Atlântica e a Conservação Internacional, a Aliança para a Conservação da Mata Atlântica existe desde 1999 e tem como principais atividades o Prêmio de Reportagem sobre a Biodiversidade da Mata Atlântica, o Fundo de Parceria para Ecossistemas Críticos (CEPF Mata Atlântica) e o Programa de Incentivo às Reservas Particulares do Patrimônio Natural da Mata Atlântica.

Mais informações sobre o Prêmio: www.premioreportagem.org.br


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /var/www/vhosts/sosma.org.br/httpdocs/wp-content/themes/SOSPortal/loop-templates/content-single.php on line 98

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS