Notícias
Se mantenha informado sobre nossas ações
marco tanaka
  j \d\e F \d\e Y  

Projeto apoiado pela Fundação avalia impactos de coral bio-invasor em SC

12 de dezembro de 2013

Um projeto está estudando o impacto da espécie bio-invasora coral-sol no litoral catarinense.  Natural dos Oceanos Índico e Pacífico, a espécie tem causado prejuízo ecológico em Santa Catarina, desalojando os corais nativos. Com o objetivo de identificar e monitorar o coral-sol, a UFSC, ICMBio e Instituto Ekko Brasil vem desenvolvendo atividades de pesquisa, manejo e educação. O projeto é viabilizado pelo Fundo Costa Atlântica da SOS Mata Atlântica.

O coral-sol foi encontrado pela primeira vez no Brasil nas décadas de 1980 e 1990, no Litoral do Rio de Janeiro. A partir de 2008, vários focos de corais-sol foram descobertos também nos estados da Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, indicando uma rápida expansão desta na costa brasileira.

O projeto para identificar e localizar a espécie inclui ações como monitoramento, através de mergulho, de costões rochosos e áreas de portos, e  avaliação da abundância de corais nativos. O objetivo é subsidiar análises futuras de impactos ambientais. As colônias desta espécie de coral, quando encontradas, também são removidas.

Segundo informações do G1, em 2012, mais de 300 colônias de coral-sol da espécie Tubastraea coccinea foram descobertas na Ilha do Arvoredo, dentro da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo, e removidas por uma equipe da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e do Projeto Coral-Sol, do Rio de Janeiro.

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS