ACESSE SUA CONTA

Esqueci minha senha

NÃO POSSUI CADASTRO

Fazendo seu cadastro, você:

marco tanaka
  j \d\e F \d\e Y  

SOS Mata Atlântica propõe legado socioambiental a candidatos do Rio

20 de agosto de 2012

Exatamente dois meses após a Rio+20 (Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável), a Fundação SOS Mata Atlântica lançou, na cidade do Rio de Janeiro, a Plataforma Ambiental aos Municípios 2012.

O evento aconteceu na tarde desta segunda-feira (20/08) e teve a intenção de apresentar questões a serem discutidas e solucionadas pelos candidatos a fim de garantir que o componente socioambiental seja levado em consideração em todas as áreas de políticas públicas.

Os participantes declararam seu comprometimento com o modelo de gestão sustentável e a preservação ambiental. Na ocasião, a Plataforma Ambiental recebeu adesão de 16 candidatos a prefeito, a vice e a vereador do Rio de Janeiro. Ao todo, a ferramenta já conta com mais de 160 assinaturas dos pretendentes dos cargos eletivos e de cidadãos eleitores.

Essa ação mostra que a sociedade está atenta às questões ambientais e os políticos interessados pela temática.

De acordo com Mario Mantovani, diretor de Políticas Públicas da SOS Mata Atlântica, o instrumento vem consagrar um esforço permanente da Fundação na agenda socioambiental. “Mesmo com o fracasso da Rio+20 e com os atropelos na legislação ambiental brasileira, lançamos a Plataforma Ambiental para reforçar nossa disposição de contribuir para a luta por um futuro mais sustentável”, afirmou.

A proposta funciona como uma referência para que as tomadas de decisões sejam feitas de forma ética, responsável e participativa, tendo como base a Constituição Federal, a Agenda 21 e os tratados ambientais e internacionais assinados pelo Brasil.

A ferramenta é uma iniciativa da Fundação SOS Mata Atlântica, em parceria com a Frente Parlamentar Ambientalista e a Associação Nacional de Órgãos Municipais de Meio Ambiente (ANAMMA), e funciona como um guia ao eleitor na escolha dos seus prefeitos e vereadores.

Os eleitores podem aderir pela internet, assim como os candidatos.

 

 

 

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS