Viva a Mata

Mitos e verdades sobre a ocupação do solo no Brasil


CLIQUE AQUI E SE INSCREVA

Tema que tem gerado muita polêmica entre profissionais da área socioambiental e do agronegócio, é a ocupação do solo no Brasil.

Afinal, qual a área coberta por florestas no mundo? E no Brasil?

Quanto do território nacional é coberto pelas atividades agrícolas?

Com o objetivo de responder a estes questionamentos, especialistas em restauração florestal, regularização ambiental e ocupação do solo apresentarão o cenário do uso e ocupação do solo, passando por questões fundiárias, cobertura da vegetação nativa, déficit de Área de Preservação Permanente (APP) e Reserva Lega (RL), entre outros temas.

Os participantes receberão certificado por email após o evento.

Data: 27 de maio
Horário: das 14h às 17h
Local: Unibes Cultural – Auditório
Endereço: Rua Oscar Freire, 2500 – Sumaré, São Paulo – SP
Ao lado do metrô Sumaré – opte pelo transporte público

Programação

Mediação: Andrea Vialli, jornalista especializada em Sustentabilidade.

Palestrantes

Gerd Sparovek, professor e pesquisador da Universidade de São Paulo (USP) e presidente da Fundação Florestal do Estado de São Paulo (SMA-FF)
Luis Fernando Guedes Pinto
, gerente de Certificação Agrícola do Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (imaflora)
Palestra introdutória, trazendo uma visão global com exemplos pelo mundo
Tasso Azevedo, coordenador do Projeto de Mapeamento Anual da Cobertura e Uso do Solo no Brasil MapBiomas
Uma visão do Brasil e recorte da Mata Atlântica, do uso e ocupação do solo
Renato Crouzelles, associado no Instituto Internacional para Sustentabilidade (IIS) / Pacto pela Restauração da Mata Atlântica
O papel da Mata Atlântica nos compromissos internacionais de restauração florestal

Mini bio

Andrea Vialli, jornalista. Já realizou importantes coberturas sobre sustentabilidade nos principais veículos de comunicação do Brasil, como O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo e rádio Estadão. É formada pela Universidade Estadual Paulista/Unesp – São Paulo/SP, possui pós-graduação em aperfeiçoamento e gestão para sustentabilidade, pela Fundação Dom Cabral (Belo Horizonte/MG).  Ainda na área de sustentabilidade fez especialização no Schumacher College, da Inglaterra. Vencedora de diversas premiações, como o Ethos de Jornalismo na categoria impresso, em 2007 e 2008.

Gerd Sparovekprofessor e pesquisador da Universidade de São Paulo (USP) e presidente da Fundação Florestal do Estado de São Paulo (SMA-FF). Na USP coordena o GeoLab, laboratório de geoprocessamento que desenvolve inteligência Estratégica e Espacial no apoio à decisão da interface agricultura e meio ambiente. Na Fundação Florestal Gerd Sparovek coordena diversas iniciativas como a implementação do Código Florestal no Estado de São Paulo, programas de restauração florestal junto ao setor sucroalcooleiro, representação internacional, além de presidir o conselho curador da Fundação.

Luis Fernando Guedes Pinto
: Gerente de Certificação Agrícola; graduação em agronomia pela Universidade de São Paulo (1993), mestrado em ciências da engenharia ambiental pela Universidade de São Paulo (1996) e doutorado em fitotecnia pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP) (2003), com atividades no instituto internacional World Agroforestry (ICRAF), sudeste da Ásia. Trabalha no Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora). Tem experiência na área de agronomia, atuando principalmente nos seguintes temas: certificação e sistemas agroflorestais. É professor colaborador do mestrado profissionalizante da Escola Superior de Conservação Ambiental e Sustentabilidade (ESCAS) e foi pesquisador associado do Oxford Centre of Tropical Forests, do Environmental Change Institute da Universidade de Oxford.

Tasso Azevedo: engenheiro florestal, consultor e empreendedor social em sustentabilidade, floresta e clima. Coordenador do Sistema de Estimativa de Emissões de Gases de Efeito Estufa do Observatório do Clima (SEEG) e do Projeto de Mapeamento Anual da Cobertura e Uso do Solo no Brasil (MapBiomas), colunista de O Globo e de Revista Época Negócios. Acadêmico visitante do Brasil Lab da Universidade de Princeton. Foi diretor geral do Serviço Florestal Brasileiro, diretor executivo do Imaflora e curador do Blog do Clima.

Renato Crouzelles: mestre e doutor em Ecologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Realizou parte do seu doutorado na University of Queensland e na Australian National University, sob supervisão dos Drs. Hugh Possingham e David Lindenmayer, respectivamente. Possui experiência na área de ecologia, com ênfase em ecologia e restauração de paisagens, priorização espacial e biologia da conservação. Seu foco é conciliar o manejo ambiental com políticas públicas em diferentes escalas espaciais, para ser aplicada em ações relacionadas à conservação da biodiversidade, restauração ecológica e manejo adaptativo. Atualmente é associado no Instituto Internacional para Sustentabilidade (IIS), professor vinculado do Centro de Ciências da Conservação e Sustentabilidade do Rio (CSRio) e professor colaborador no Programa de Pós Graduação em Ecologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). No IIS atua principalmente no desenvolvimento de pesquisa científica voltada para a priorização espacial da restauração em larga escala e meta-análises globais sobre o sucesso da restauração florestal.

CLIQUE AQUI E SE INSCREVA


Compartilhe