Blog

Oficina de objetos Instrumentosos como forma de aliar arte e meio ambiente
25/08/2017


Fui convidado a participar do projeto através da pesquisa que iniciei com objetos sonoros lúdicos. Por meio da reutilização de garrafas plásticas de refrigerantes, a ideia foi de criar dispositivos sonoros e compartilhar com os grupos de visitantes de variadas idades no espaço do Centro de Experimentos Florestais em Itú. Os principais desafios do projeto no início, foi o de criar objetos que dialogassem com o contexto e dinâmicas locais, principalmente na questão temporal. Foi muito divertido ver a reação das pessoas quando esses objetos produzem som. Uma coisa muito simples com uma potência muito grande e possibilidades complexas, que ao menos apontam um caminho para um olhar criativo e transformador de interação com o mundo. A troca com a equipe local e das educadoras foi muito rica e aberta, que por sinal realizam um trabalho fantástico. Bom, se tratando de Educação Ambiental, não poderia ser de outra forma, pois cada dia mais precisamos manter esse diálogo sensível com o mundo e as pessoas e direcionar estas ações para nossa tão almejada e desafiadora sustentabilidade.

Depoimento de Adriano Castelo Branco, artista visual que participou da 1ª formação dos monitores do Projeto Aprendendo com a Mata Atlântica – Oficinas Criativas, com a criação de objetos que foram replicados pelos participantes do projeto entre os meses de junho à agosto/2017.

https://www.adrianocastelobranco.com/

Oficina Instrumentos Oficina Instrumentos Oficina Instrumentos Oficina Instrumentos


Tags

Compartilhe

Comentários