ÁGUA LIMPA

O Brasil detém 12% da água doce disponível no mundo, mas falta cuidado
na gestão desse recurso.

35 milhões de brasileiros não têm acesso à água limpa, 46% do esgoto no Brasil é tratado e mais de 60% das doenças que levam a internações no SUS decorrem da água contaminada. Por meio de projetos, campanhas e outras iniciativas, a Fundação monitora a qualidade da água com a ajuda de voluntários e busca o fortalecimento das leis que protegem nossos rios.

Os principais rios brasileiros têm índices preocupantes de qualidade e disponibilidade de água devido, principalmente, à resolução que permite a existência de rios “de classe 4”, aqueles que recebem poluentes que os mantém indisponíveis para usos múltiplos, como abastecimento público e lazer.

CUIDAR DA ÁGUA

A SOS Mata Atlântica luta pela despoluição dos rios da Mata Atlântica.

Para isso, monitora e analisa a qualidade da água dos rios do bioma com o apoio de seus voluntários; e mobiliza a sociedade civil para o aperfeiçoamento da legislação.

Iniciativas que a representam

Apoio aos Parques e Reservas

A Fundação SOS Mata Atlântica trabalha pela valorização dos parques e reservas, com a defesa das políticas voltadas para essa área, por meio de parcerias com o setor público

Observando os Rios

Cerca de 35 milhões de brasileiros não têm acesso à água limpa, apenas 40% do esgoto no Brasil é tratado e mais de 70% das doenças que levam a

Apoio a áreas protegidas marinhas

A SOS Mata Atlântica trabalha para ampliar as áreas marinhas protegidas do Brasil. Além disso, apoia a gestão e manutenção de importantes Unidades de Conservação na costa brasileira. Para isso,

Acesse informações e dados sobre a Mata Atlântica

Leis e políticas públicas prioritárias para esta causa

Os diversos esforços e políticas para conservação da Mata Atlântica culminaram em uma legislação para sua defesa, a única a proteger um bioma brasileiro: a Lei da Mata Atlântica (11.428/2006).