Apoie

Plante uma Árvore

semente

Quer transformar o seu ambiente em um lugar com mais qualidade de vida?
Seja você mesmo parte dessa transformação: plante uma árvore!

As árvores, além de nos proporcionar aquela sombra que refresca e alivia, trazem inúmeros outros benefícios como:tree

  • Elevam a permeabilidade do solo e retêm a água da chuva (evitando deslizamentos de terra, erosão e enchentes);
  • Ajudam a controlar a temperatura e umidade;
  • Agem como barreira contra ventos, ruídos e luminosidade;
  • Diminuem a poluição do ar;
  • Proporcionam bem estar psicológico.

Plantar e cuidar de uma árvore pode parecer muitas vezes complicado, mas com algumas dicas é possível fazer com que o processo tenha mais sucesso, seja no campo ou na cidade.

O que saber antes de plantar?

1. Primeiro, é preciso avaliar qual a finalidade do plantio:

Plantio paisagístico
O paisagismo (arquitetura paisagista) é a arte e técnica de planejar, gerir e preservar espaços livres, urbanos ou não, de forma a processar micro e marco-paisagens. Originalmente o paisagismo se relacionava apenas ao desenho de jardins e praças, considerando somenteaspectos estéticos e cênicos. Ao longo do tempo ele foi ampliando suas escalas, incorporando outras questões, como a socioeconomia do local e o comportamento dos seus habitantes. O plantio com fins paisagísticos vem sendo cada vez mais valorizado à medida em que se reconhece a importância das áreas verdes em meio urbano.

Plantio para recuperação de áreas degradadas
O processo de restauração florestal é induzido pelo homem para recuperar as condições ambientais (vegetação, flora, fauna, clima, água, solo e microorganismos) de um ecossistema degradado. O objetivo deste processo é imitar a estrutura, a função, a diversidade e a dinâmica do ecossistema original (definição da Society of Ecological Restoration). mudasPara isso, a restauração deve contemplar a combinação de múltiplos conhecimentos científicos sobre as espécies vegetais, as características do solo, a dinâmica dos nutrientes no mesmo, a historia natural da localidade, o uso do solo tradicional, o impacto da transformação do sistema nas comunidades humanas que realizam seu aproveitamento e a importância econômica e social potencial das especies nativas, entre outros. O principal objetivo é gerar como resultado um sistema altamente diverso e similar, quanto a composição e estrutura, ao original. Este sistema deve ser auto-sustentável não somente em termos ecológicos, senão também sociais, pois pode constituir uma fonte de recursos econômicos para as comunidades vizinhas e se são utilizados por estas de maneira racional, poderão garantir sua conservação (Restoration Ecology). Para restauração, é preciso de um projeto elaborado por um técnico especializado.
- Saiba mais: conheça o Centro de Restauração Florestal da SOS Mata Atlântica.

2. Local do plantio

É importante avaliar o local onde se pretende plantar a árvore, se há rede elétrica ou de comunicação próximos, muros, rede de água ou esgoto. Enfim, é preciso checar se há espaço para o desenvolvimento pleno da muda, pois, ela vai crescer até se tornar uma árvore.

De forma geral, as árvores gostam de ambientes ensolarados e algumas espécies toleram sombra, é importante pesquisar sobre as preferências da espécie escolhida antes de plantar.

3. Dicas para o plantio

Antes

- Pesquise e dê preferência às espécies de árvores nativas de sua região; os órgãos de meio ambiente de sua região e os viveiros de mudas costumam ser boas fontes para estas informações.

- Procure escolher uma espécie que seja viável cuidar e acompanhar; pesquise aspectos como frequência de rega, necessidade de podas, etc.Áreas abertas e sem vegetação podem receber árvores de diferentes portes, velocidade de crescimento e perfil.

- Plantar árvores na cidade exige um conhecimento prévio das características da espécie para que não ocorram danos à planta nem ao equipamento público (fiação elétrica, rompimento da calçada por raízes, entre outros). Basicamente, as espécies devem permitir a incidência de sol, coexistir com as redes de iluminação, manter distância adequada das casas e serem de espécies de pequeno porte com raízes superficiais.

- Verifique se é necessária autorização para plantar no escolhido. De forma geral, os espaços públicos demandam autorização para o plantio. Dica: busque orientação na prefeitura, secretaria do verde, secretaria de meio ambiente em seu município ou outro órgão responsável da sua região.

Durante

- Após a seleção do local e da espécie, é necessário o preparo do solo para o plantio:Férias na Mata Atlântica_Julho14_145

  • Revolva o solo o mais profundo e largo possível. Quanto mais fofo o solo ficar, melhor será o estabelecimento e crescimento das raízes da muda plantada.
  • Abra um berço proporcional ao “torrão” que forma as raízes (recipiente que acomoda as raízes).
  • Pesquise e respeite o espaçamento correto entre as futuras árvores, se for plantar mais de uma delas (média de 2,5 metros de distanciamento).
  • É importante incorporar nutrientes a este solo, como: terra adubada, esterco ou fertilizantes. Em caso de uso de fertilizantes, tomar cuidado na aplicação e seguir as recomendações de dosagem da embalagem.
  • Acomode a muda no berço e preencha os espaços vazios com terra.
  • Lembre-se de enterrar apenas as raízes, a parte aérea da planta deve ficar totalmente exposta.

Depois

  • Logo após o plantio, regue o suficiente para manter a muda hidratada. A fase que pede mais rega é justamente esta após o plantio. Assim que a muda começar emitir brotações (nascer o brotinho), a frequência de rega pode ser bem reduzida.broto
  • Com o estabelecimento e crescimento, sempre observe se não há formigas, brocas ou outras pragas atacando a árvore.
  • Podas são muitas vezes necessárias, isso deve ser avaliado no momento da seleção da espécie que será plantada. Algumas, não toleram podas.
  • As podas, quando necessárias, devem ser feitas de maneira equilibrada, nunca direcionando o desenvolvimento da árvore para um lado ou outro. Busque uma simetria, pois, no futuro, o peso irá influenciar no equilíbrio da árvore.

Saiba mais

- Saiba como adquirir mudas
- Manual de arborização urbana de São Paulo (acesse).
- Referencial – restauração florestal (acesse).
- 5 ideias para ser sustentável plantando árvores

Os projetos da SOS Mata Atlântica precisam de seu apoio. Saiba como ajudar.