Observando os Rios

Perguntas frequentes


Como a gestão das águas deve ser feita no País?

A gestão das águas é feita com base na Política Nacional de Recursos Hídricos, que cria os Planos de Bacia Hidrográfica, em que o planejamento é feito a partir do território de drenagem de um rio principal (e não mais por fronteiras sociopolíticas). Essa política também estabelece os Comitês de Bacia, fóruns com a participação dos diferentes segmentos da sociedade para a gestão da bacia, e prevê a cobrança pelo uso da água pelos Comitês.

Quais as ações da Rede das Águas?

A rede promove a mobilização social, com educação ambiental, e busca influenciar políticas públicas relacionadas à água. Atua no Projeto de Despoluição do Tietê por meio do “Observando o Tietê”, promove o projeto “Observando os Rios”, com a participação de grupos de monitoramento da qualidade da água, e desenvolve os projetos “Água das Florestas” e “Água de Viver”, respectivamente, com o Instituto Coca-Cola e com a Natura. Além disso, realiza campanhas, cursos e eventos.

É possível fazer parte dessa rede socioambiental?

Sim, é possível participar reunindo grupos de monitoramento da qualidade da água de diversos rios e mananciais, principalmente nas bacias do Tietê, dentro do projeto Observando os Rios. Nas redes sociais, o cidadão pode fazer parte da página www.facebook.com/TieteVivo, onde fica por dentro de exposições itinerantes, atividades e eventos da rede.


Compartilhe