ACESSE SUA CONTA

Esqueci minha senha

NÃO POSSUI CADASTRO

Fazendo seu cadastro, você:

Florestas do Futuro

Resta somente 12,4% da área original de Mata Atlântica e zerar o desmatamento não é suficiente para reduzir os riscos atuais e futuros das mudanças climáticas e desabastecimento de água

Resta somente 12,4% da área original de Mata Atlântica e zerar o desmatamento não é suficiente para reduzir os riscos atuais e futuros das mudanças climáticas e desabastecimento de água. Por isso, uma das principais causas da Fundação SOS Mata Atlântica é a restauração da floresta.

O programa Florestas do Futuro reúne a sociedade civil organizada, iniciativa privada, proprietários de terras e poder público em projetos participativos de restauração florestal. As empresas ou pessoas físicas podem colaborar de duas maneiras: participação voluntária ou para compensação obrigatória no Estado de São Paulo via Termo de Compromisso de Recuperação Ambiental (TCRA).

O projeto Florestas do Futuro foi criado em 2004, visando atuar em três frentes importantes para a preservação e recuperação do meio ambiente: o sequestro de carbono, a manutenção da biodiversidade e a preservação de recursos hídricos.

  • 40 milhões de mudas plantadas, em mais de 9 estados e 550 municípios, que ajudaram a remover 6,5 milhões de toneladas de CO2 da atmosfera.
  • 23 mil hectares restaurados equivalente à área do município de Recife.
  • Cerca de 300 empresas aderiram ao projeto via TCRA.

Compensação Obrigatória via TCRA

A Fundação SOS Mata Atlântica realiza um trabalho de restauração florestal para a compensação por danos ambientais causados em obras ou intervenções diversas, principalmente àquelas empresas autuadas pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB). Nesse caso, a ação de restauração florestal é possível por meio da adesão aos processos de licenciamento ambiental.

Nesta iniciativa, a CETESB é quem estabelece o cumprimento das obrigações para a compensação. Já a SOS Mata Atlântica tem como objetivo assegurar que a compensação ocorra de maneira segura e efetiva. Entre em contato com nossa equipe e saiba mais sobre como funciona.

Participação Voluntária

Para que tenhamos êxito nesta luta pela recuperação da floresta, é necessário que um número cada vez maior de empresas e pessoas demonstre uma postura de responsabilidade frente às questões ambientais. Ao financiarem projetos de restauração florestal, elas contribuem com essa causa e ainda compensam parte de suas emissões de dióxido de carbono (CO2) à atmosfera.

A Fundação conta com um viveiro que atende ao Projeto Florestas do Futuro com capacidade de produzir 750 mil mudas de 110 espécies nativas da Mata Atlântica por ano. O viveiro fica no Centro de Experimentos Florestais SOS Mata Atlântica – HEINEKEN Brasil, localizado em Itu, que é referência em restauração florestal.

Veja Ainda Nossa Calculadora de Emissões de CO²

Clique aqui e saiba também como compensar a emissão de CO² de suas atividades, eventos ou de sua empresa.