Notícias

Newsletter

Acompanhe as novidades e fique sempre informado sobre nossos eventos

Compromisso pela Mata Atlântica chega aos 17 Estados do bioma
21/05/2016


Um encontro promovido pela Fundação SOS Mata Atlântica no Rio de Janeiro, na tarde da quinta-feira (19), reuniu representantes de 16 dos 17 Estados da Mata Atlântica com o objetivo de reafirmar o compromisso para um esforço conjunto de preservação e restauração do bioma. O II Encontro dos Secretários de Meio Ambiente dos Estados da Mata Atlântica, que teve a presença do novo Ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, apresentou ações, desafios e resultados obtidos desde a primeira reunião, há um ano, também realizada no Rio, quando foi elaborada a carta “Nova História para a Mata Atlântica”.

Com a incorporação de representantes de Goiás e Mato Grosso do Sul, o documento tem agora a assinatura dos 17 secretários de Estados da Mata Atlântica, em um acordo coletivo que prevê a ampliação da cobertura vegetal nativa e busca do desmatamento ilegal zero no bioma até 2018. Sarney Filho, que recentemente assumiu a pasta do Meio Ambiente, anunciou que o governo federal passará a apoiar a iniciativa, como parte de uma aproximação com secretários para futuras ações conjuntas. “Esta meta de 2018 para o desmatamento ilegal zero serve de exemplo para que a gente antecipe também compromissos firmados em Paris, buscando metas mais ambiciosas”, afirmou.

No evento de quinta, os secretários estaduais tiveram a oportunidade de fazer uma breve exposição das iniciativas realizadas e dos avanços obtidos para o alcance das metas estabelecidas. Segundo a última edição do Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica, produzido pela Fundação SOS Mata Atlântica em parceira com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), apenas 9 dos 17 Estados estão atualmente no nível do desmatamento ilegal zero.

“A SOS Mata Atlântica tem um histórico de trabalho com Estados em diversas frentes, seja no âmbito legal, constitucional ou institicional, que resultou em instrumentos fundamentais, como a Lei da Mata Atlântica e os Planos Municipais. Com todos estes Estados estamos construindo uma nova história, em meio a um momento político bastante difícil, daí a importância de propostas unificadoras como esta carta”, afirma o diretor de Políticas Públicas da Fundação SOS Mata Atlântica, Mario Mantovani.

Ao fim do encontro, o presidente da Fundação SOS Mata Atlântica, Pedro Luiz Passos, assinou acordos de cooperação técnica da ONG com as secretarias de Meio Ambiente de Alagoas, Paraná e Pernambuco. “Percebemos que está agenda vem progredindo, o que vemos neste encontro é o andamento de propostas. Este avanço passa por soluções inovadoras, como parcerias público-privadas, evoluções na gestão pública e o aperfeiçoamento dos instrumentos legais. A ONG se coloca como uma colaboradora, oferecendo conhecimento e apoio para esta troca de experiências”, afirma.

O II Encontro dos Secretários de Meio Ambiente dos Estados da Mata Atlântica faz parte da programação oficial do Viva a Mata 2016, evento anual da Fundação SOS Mata Atlântica encerrado no domingo (22), na capital carioca. Para saber mais, acesse: sosma.org.br/projeto/viva-a-mata/viva-mata-2016/.

Lista de participantes:

o José Sarney Filho, Ministro do Meio Ambiente.

o André Corrêa, Secretário de Estado do Ambiente do Rio de Janeiro;

o Artur José Vieira Bruno, Secretário de Estado do Meio Ambiente do Ceará;

o Aladim Fernando Cerqueira, Secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Espírito Santo;

o Sérgio Xavier, Secretário de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco;

o Ziza Carvalho, Secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí;

o José Mairton Figueiredo de França, Secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Rio Grande do Norte;

o Olivier Ferreira das Chagas, Secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos de Sergipe;

o Patrícia Faga Iglecias Lemos, Secretária de Estado do Meio Ambiente de São Paulo;

o Ricardo José Soavinski, Secretário do Paraná;

o Alexandre Waltrick Rates, Presidente da Fundação do Meio Ambiente (FATMA) do Governo de Santa Catarina;

o Carlos Eduardo Gomes, Gerente de Gestão Ambiental e Clima da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos de Alagoas;

o Diego de Melo Pereira, Chefe da Divisão Flora da Secretaria de Estado do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Rio Grande do Sul;

o Fabiano Carvalho de Lucena, Secretário Executivo de Estado dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia da Paraíba;

o Marília Carvalho de Melo, Subsecretária de Fiscalização Ambiental da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais;

o Fernanda Teixeira Silva, Diretora de Conservação e Recuperação de Ecossistemas do IEF – MG.

o Rogério Rocha, Secretário Executivo do Meio Ambiente de Goiás;

o Ricardo José Senna, Secretário Adjunto do Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso do Sul.


Compartilhe

Comentários