ACESSE SUA CONTA

Esqueci minha senha

NÃO POSSUI CADASTRO

Fazendo seu cadastro, você:

VALORIZAÇÃO
DE PARQUES E RESERVAS

As Unidades de Conservação (UCs), mais conhecidas como parques e reservas, são protegidas por lei para resguardar o patrimônio natural e sociocultural. A Fundação já contabiliza o apoio a mais de 500 UCs em áreas de floresta, de costa e de mar, com investimento de R$ 15 milhões.

Proteger os remanescentes de Mata Atlântica significa garantir os benefícios que a floresta nos oferece, entre eles o clima agradável, ar mais limpo, solo saudável e volume de água para abastecer as cidades, além de recursos para diversas atividades econômicas, como agricultura, pesca e turismo. 

QUALIDADE DE VIDA

Criar e fortalecer áreas protegidas (definidas no Brasil como Unidades de Conservação), é uma das estratégias mais eficientes para garantir a proteção e a continuidade destes serviços ambientais e da riqueza de vida da Mata Atlântica. Os conjunto das UCs, que são popularmente conhecidos como parques e reservas são criados pelo poder público ou por iniciativa particular, e protegidos por lei. Muitos deles estão próximos às cidades e interferem diretamente na qualidade de vida das pessoas. 

A Fundação já contabiliza o apoio a mais de 500 parques e reservas em áreas terrestres, marinhas e costeiras. 

Na Mata Atlântica, existem mais de 2.300 parques e reservas. Destaca-se o papel do setor privado, que é responsável pela criação e manutenção de cerca de 1.000 Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN).  

Entre as  Unidades de Conservação mais conhecidas estão o Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro, e o Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu. Além disso, diversas áreas costeiras e marinhas consideradas importantes cartões portais brasileiros estão protegidas por parques e reservas.

A SOS Mata Atlântica atua para dar visibilidade, estimular a visitação, aumentar e consolidar as Unidades de Conservação, ampliando o protagonismo da sociedade civil, dos órgãos ambientais e dos proprietários privados.

Aprendendo com a Mata Atlântica

27 de agosto de 2019

É preciso reverter o cenário de desmatamento da Mata Atlântica e recompor a floresta. A educação ambiental é uma poderosa aliada neste desafio, pois constrói conhecimento e prepara as gerações atuais e futuras para cuidar do meio ambiente e cobrar políticas.

Observando os Rios

6 de agosto de 2019

Cerca de 35 milhões de brasileiros não têm acesso à água limpa, apenas 40% do esgoto no Brasil é tratado e mais de 70% das doenças que levam a internações no Sistema Único de Saúde decorrem de contato com água contaminada.

Apoio a áreas protegidas marinhas

6 de agosto de 2019

A SOS Mata Atlântica trabalha para ampliar as áreas marinhas protegidas do Brasil. Além disso, apoia a gestão e manutenção de importantes Unidades de Conservação na costa brasileira. Para isso, conta com o engajamento do setor privado e da sociedade e realiza parcerias com órgãos ambientais do governo.

Leis e políticas públicas prioritárias para esta causa

A SOS Mata Atlântica trabalha pela implementação da Lei do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (9.985/2000).

ARTIGOS

VER TODAS

Contribua para essa causa

Veja algumas formas de contribuir para as causas da Fundação.

Acesse informações e dados sobre parques e reservas