Notícias
Se mantenha informado sobre nossas ações
marco tanaka
  j \d\e F \d\e Y  

Faça do Tietê sua praia no dia 22

17 de setembro de 2009

A Fundação SOS Mata Atlântica realiza, em 22 de setembro, dia do Rio Tietê, das 9h às 12h, a “Praia do Tietê”, que tem o objetivo de celebrar a data e o sonho dos paulistas e seus esforços para despoluir o rio e reintegrá-lo ao cotidiano das cidades por onde passa, ao longo dos seus 1.100 quilômetros, em especial no trecho da Marginal na cidade de São Paulo. Na ocasião, a Fundação reunirá cidadãos para tomar sol nas margens do rio entre as pontes das Bandeiras e Cruzeiro do Sul. “Queremos que o rio Tietê volte a ser o cartão postal de São Paulo, como ocorre nas metrópoles em muitos países, que as pessoas tirem fotos, resgatem monumentos históricos como a Ponte das Bandeiras e, acima de tudo que possam desfrutar do convívio com os nossos rios. Venha celebrar conosco essa oportunidade”, convida Mario Mantovani, diretor de mobilização da SOS Mata Atlântica. A data também marca o Dia Mundial Sem Carro e conta com a participação do Movimento Nossa São Paulo.

O local tem sido palco das ações de mobilização da sociedade para recuperação do rio desde o início da campanha pela despoluição em 19912, quando a SOS Mata Atlântica em parceria com a Rádio Eldorado reuniu 1.200.000 assinaturas num abaixo-assinado entregue ao Governo do Estado de São Paulo. Dessa vez, contará com um complemento especial nos canteiros às margens do rio, onde serão colocados guarda-sóis, cadeiras e esteiras para os banhistas e ciclovia. A ação visa chamar a atenção da sociedade para a responsabilidade de todos e para atitudes individuais e coletivas que podem ser tomadas para a recuperação da qualidade da água dos rios e córregos da bacia hidrográfica do Tietê na Região Metropolitana.

O projeto de despoluição do rio Tietê teve início em 1993 e está entrando na sua terceira etapa. No trecho do rio que compreende a Capital, ao longo das Marginais, poucos avanços são percebidos por quem transita ou vive nessa região, mas um dos maiores incômodos causados pelo odor já diminuiu significativamente, a ponto de possibilitar a realização de performances como essa e o planejamento de ações integradas de transporte público com navegação, ciclovias e parques lineares junto às margens do rio.

A “Praia do Tietê” é realizada por meio do programa Rede das Águas da SOS Mata Atlântica, voltado à mobilização social para gestão integrada da água e da floresta, fortalecimento e aprimoramento de políticas públicas e campanhas do setor, e onde estão inseridos os projetos relacionados ao tema água, como o Núcleo União Pró-Tietê que nasceu em 1991, consolidou-se como ferramenta de mobilização no setor de recursos hídricos e possibilitou o inicio das atividades de educação ambiental e mobilização ligadas ao tema água em rede social, como o ‘Observando os Rios’, metodologia composta por kits de monitoramento da qualidade da água utilizada hoje por mais de 300 grupos de monitoramento de água no Rio Tietê e outras bacias hidrográficas. Entre suas atividades estão cursos, campanhas e publicações como Observando o Tietê (2004) e Diagnóstico e Caracterização por Percepção de Bacias Hidrográficas (2005). Os monitoramentos realizados pelo projeto podem ser consultados pela internet, no Atlas da Mata Atlântica, disponível nos portais www.sosma.org.br e www.rededasaguas.org.br.

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS