Como participar

Como participar

Basicamente, o programa funciona por meio da doação de mudas de espécies nativas aos proprietários rurais que se dispõem a plantá-las. Primeiro, a Fundação busca patrocinadores que apoiem o lançamento de editais para a doação de mudas em regiões pré-definidas. Viveiros parceiros ajudam na intermediação com os proprietários rurais. Finalmente, a SOS Mata Atlântica fica responsável pela aprovação, doação das mudas e acompanhamento dos projetos, por três anos.

Há uma ferramenta diferenciada para a participação direta dos cidadãos: uma calculadora de carbono, por meio da qual o cidadão estima a emissão de carbono decorrente de suas atividades diárias, e financia o plantio do número de mudas necessário para compensar suas emissões. Calcule aqui suas emissões e contribua com o plantio de árvores nativas da Mata Atlântica.

É possível ainda direcionar as árvores doadas para a “Floresta Empresa”, um incentivo a clientes e funcionários das empresas parceiras a plantarem no site e direcionarem as mudas às suas florestas.

Já os internautas que mais plantarem constarão numa lista dos Maiores Plantadores e poderão receber um presente da SOS Mata Atlântica ou serem convidados a visitar um dos nossos projetos.

As empresas que financiam os projetos de restauração de matas nativas compensam ao mesmo tempo suas emissões de carbono e auxiliam na preservação da biodiversidade e dos recursos hídricos na Mata Atlântica. A adesão é espontânea e voluntária, atestando o compromisso da instituição com as questões socioambientais.

E os proprietários rurais que cedem suas áreas para a implantação dos projetos contam com uma série de benefícios, tais como adequação da propriedade rural, melhoria da qualidade de água, formação de corredores ecológicos, valoração da terra, conservação de solo e, por fim, os serviços ambientais que um projeto de restauração ecológica pode proporcionar.

Compartilhe