Os principais ciclos econômicos da história brasileira seguiram um modelo obsoleto e predatório de crescimento por expansão territorial e desmatamento. Da exploração do pau-brasil até a industrialização das cidades, esse modelo esteve presente, começando pelo litoral e acabando com quase 90% da área original da Mata Atlântica. A floresta nativa agora precisa ser restaurada, para proteger a riqueza de vida e importantes serviços ambientais, como a regulação do clima e purificação do ar. Restauração Florestal é o esforço de resgatar a floresta que originalmente existia em uma área, de recompor uma floresta nativa. A recomposição deve priorizar sobretudo as áreas de nascentes, mananciais e a mata ciliar nas margens dos rios, para diminuir riscos de desabastecimento de água nas cidades brasileiras.

Critérios

A restauração é uma tentativa de retornar o ecossistema à sua trajetória histórica. Portanto, as condições históricas são o ponto de partida ideal para o planejamento da restauração. Esse trabalho é importante por recuperar os serviços ecossistêmicos naturais que uma floresta provê, como ajudar na regulação do clima, na qualidade e quantidade de água, na purificação do ar, na agricultura, na manutenção da biodiversidade que a floresta abriga, entre outras importantes funções. Para ser bem-sucedida, uma restauração florestal depende de vários fatores, como o preparo adequado da terra, o plantio correto, a distribuição equilibrada de espécies. Tudo isso contribui para a manutenção da área restaurada. A seleção estratégica das áreas de plantio é outro fator estratégico para o sucesso de uma restauração florestal.

Metas e Acordos de Restauração

O Brasil assinou compromissos internacionais de recuperação das florestas, aderiu ao Desafio de Bonn e à Iniciativa 20x20. No Acordo de Paris sobre mudanças climáticas, incluiu como meta restaurar 12 milhões de hectares de florestas e implementar 5 milhões de hectares de sistemas com integração entre lavoura, pecuária e floresta até 2030, além de recuperar mais de 5 milhões de pastagens degradadas até 2020. Com apenas 12,4% da vegetação original, a Mata Atlântica é o bioma que mais deve ser beneficiado por esta meta de restauração.

Apoie a Recuperação das Florestas

A população pode contribuir para a recuperação das florestas. É preciso acompanhar e cobrar o poder público para fortalecer e cumprir as políticas públicas, coibir o desmatamento, estimular a implementação de alguns dos instrumentos da Lei do Código Florestal (12.651/12) e contribuir com o cumprimento das metas internacionais. A ação coletiva também pode engajar instituições privadas, proprietários de terra e sociedade civil com estes objetivos e visando o apoio a projetos e instituições que promovam a restauração florestal.
Restauração da Floresta

Enviaremos sempre os melhores materiais, convites e notícias.

Não utilizaremos suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Ajude a Fundação a conquistar mais resultados.

Fundação SOS Pro-Mata Atlântica

info@sosma.org.br

+55 (11) 3262-4088

Av. Paulista, 2073 - Horsa 1 - Conj. 1318

01311-300 - Bela Vista - São Paulo/SP

57.354.540/0001-90

2021 © SOS Mata Atlântica